Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Empresa firma empreendimento de R$ 410 mi em MS

11 Abr 2007 - 05h03
O governador André Puccinelli assina amanhã, às 12 horas, na governadoria, um termo de acordo com o Grupo Brasilinvest Energia Ltda., para instalação de um complexo de agroenergia, em Maracajú. Conforme projeto protocolado junto ao CDI (Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado), vinculado a Seprotur (Secretaria de Produção), o investimento de R$ 410 milhões prevê a produção de oleaginosas, instalação de uma unidade de esmagamento de grãos e a industrialização de biodiesel.

A implantação do projeto será divida em duas etapas. Na primeira, o aporte será de R$ 150 milhões para a construção da indústria de biodiesel, quando deve gerar 150 empregos diretos e produzir 110 milhões de litros/ano. Nessa fase 100% da produção será destinada ao mercado nacional.

Já na segunda, R$ 250 milhões serão investidos no projeto integrado de produção de oleaginosas e na indústria de esmagamento de grãos, com a geração de 500 empregos diretos e produção de 600 mil toneladas de grãos/ano. Nessa etapa 40% será para exportação, 30% para outros estados e 30% ficará em Mato Grosso do Sul. As obras devem ser iniciadas em 60 dias sendo que todo o complexo deve estar em funcionamento até 2010.

INTEGRAÇÃO

Conforme a secretária de Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, o modelo pretende intensificar a produção regional em um raio de até 150 quilômetros, partindo de Maracajú. Ainda segundo ela, a área de ação irá envolver os produtores dos municípios de Sidrolândia, Campo Grande, Jardim, Guia Lopes, Ponta Porã, Dourados e Rio Brilhante.

“Trata-se de um investimento que contemplará pequenos, médios e grandes produtores”, comenta ela ao explicar que o Grupo também prevê a integração da produção dos assentamentos da região, respeitando o conceito do “combustível social”.

Além do importante aporte financeiro, o grupo destacou a localização geográfica do município de Maracajú onde será sediado o projeto, como de fácil logística, permitindo acesso a mais importante região produtora de grãos do Estado, e escoamento da produção, tanto por via terrestre, rodovia e ferrovia para as principais regiões consumidoras no Sudeste, como para a exportação direta via hidrovia do Rio Paraguai.

PIONEIRISMO

Fundado em 1975, o Grupo Brasilinvest responde hoje por mais de 3 bilhões de dólares em investimento no Brasil e vários continentes, contando com 80 parceiros em 25 países. Atualmente acumula um patrimônio líquido de R$ 350 milhões e se encontra entre os 150 maiores grupos do País. Na área de bioenergia, o empreendimento em Mato Grosso do Sul é o primeiro investimento do Grupo.

Participam do ato nesta quarta-feira a secretária Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias; o superintendente de Indústria e Comércio da Seprotur, Jonathas Camargo; o presidente da Brasilinvest, Mário Garnero; o presidente do Conselho de Administração da Caramuru, integrante do Grupo, Alberto Borges de Souza e a gerente de Projetos, Raquel Giasset.
 
 
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação