Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 14 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Empresa firma empreendimento de R$ 410 mi em MS

11 Abr 2007 - 05h03
O governador André Puccinelli assina amanhã, às 12 horas, na governadoria, um termo de acordo com o Grupo Brasilinvest Energia Ltda., para instalação de um complexo de agroenergia, em Maracajú. Conforme projeto protocolado junto ao CDI (Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado), vinculado a Seprotur (Secretaria de Produção), o investimento de R$ 410 milhões prevê a produção de oleaginosas, instalação de uma unidade de esmagamento de grãos e a industrialização de biodiesel.

A implantação do projeto será divida em duas etapas. Na primeira, o aporte será de R$ 150 milhões para a construção da indústria de biodiesel, quando deve gerar 150 empregos diretos e produzir 110 milhões de litros/ano. Nessa fase 100% da produção será destinada ao mercado nacional.

Já na segunda, R$ 250 milhões serão investidos no projeto integrado de produção de oleaginosas e na indústria de esmagamento de grãos, com a geração de 500 empregos diretos e produção de 600 mil toneladas de grãos/ano. Nessa etapa 40% será para exportação, 30% para outros estados e 30% ficará em Mato Grosso do Sul. As obras devem ser iniciadas em 60 dias sendo que todo o complexo deve estar em funcionamento até 2010.

INTEGRAÇÃO

Conforme a secretária de Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, o modelo pretende intensificar a produção regional em um raio de até 150 quilômetros, partindo de Maracajú. Ainda segundo ela, a área de ação irá envolver os produtores dos municípios de Sidrolândia, Campo Grande, Jardim, Guia Lopes, Ponta Porã, Dourados e Rio Brilhante.

“Trata-se de um investimento que contemplará pequenos, médios e grandes produtores”, comenta ela ao explicar que o Grupo também prevê a integração da produção dos assentamentos da região, respeitando o conceito do “combustível social”.

Além do importante aporte financeiro, o grupo destacou a localização geográfica do município de Maracajú onde será sediado o projeto, como de fácil logística, permitindo acesso a mais importante região produtora de grãos do Estado, e escoamento da produção, tanto por via terrestre, rodovia e ferrovia para as principais regiões consumidoras no Sudeste, como para a exportação direta via hidrovia do Rio Paraguai.

PIONEIRISMO

Fundado em 1975, o Grupo Brasilinvest responde hoje por mais de 3 bilhões de dólares em investimento no Brasil e vários continentes, contando com 80 parceiros em 25 países. Atualmente acumula um patrimônio líquido de R$ 350 milhões e se encontra entre os 150 maiores grupos do País. Na área de bioenergia, o empreendimento em Mato Grosso do Sul é o primeiro investimento do Grupo.

Participam do ato nesta quarta-feira a secretária Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias; o superintendente de Indústria e Comércio da Seprotur, Jonathas Camargo; o presidente da Brasilinvest, Mário Garnero; o presidente do Conselho de Administração da Caramuru, integrante do Grupo, Alberto Borges de Souza e a gerente de Projetos, Raquel Giasset.
 
 
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS