Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 16 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Emprego com carteira assinada até julho é o maior desde 92

5 Ago 2004 - 11h04
A geração de empregos com carteira assinada irá ultrapassar 1,2 milhão de vagas até julho deste ano, segundo o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Até junho, haviam sido criados 1,034 milhão de empregos com carteira assinada neste ano.

Segundo o presidente, os dados oficiais do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho vão mostrar que o país manterá a criação de empregos formais no patamar recorde alcançado nos meses anteriores, que apontava o melhor resultado desde 1992.

"Já podemos garantir que até o mês de julho já ultrapassamos 1,2 milhão de empregos com carteira assinada. O que não é pouca coisa, porque é o maior número desde 1992". disse Lula durante reunião do CDES (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social), no Palácio do Planalto.

Ele afirmou, no entanto, que ainda há "muitos braços ociosos" no país e que é preciso criar muitas outras vagas.

No mês passado, o Ministério do Trabalho revisou a estimativa de geração de empregos formais de 1,3 milhão de vagas para 1,8 milhão em 2004.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'
ALERTA
Smartphone afeta a saúde mental, e o dano pode começar em crianças de 2 anos!
TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’