Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 19 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Empregados do frigorífico JBS I denunciam desvio de função

6 Set 2010 - 12h24Por Fátima News com assessoria

Empregados para atuar em setores quentes (matança, triparia, miúdos, etc) eles estão sendo desviados para trabalhar em ambientes frios (desossa)

Os empregados do frigorífico JBS I denunciaram a empresa no Ministério do Trabalho e Emprego – MTE por desvio de função e por colocar em risco a saúde de dezenas de homens e mulheres, ao trocá-los de setores quentes da empresa (matança, triparia, miúdos, etc) para setores frios (desossa). A denúncia, mediante pedido de fiscalização e autuação “urgente” da fiscalização, foi feita na sexta-feira (3) pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande - STICCG.


“Os trabalhadores além de estarem sendo desviados de suas funções, sem a devida remuneração, não recebem por insalubridade por trabalhar em ambiente altamente frio, que coloca a saúde deles em risco”, afirmou Gilberta Gimenes Gregório, presidente do sindicato. Ela pede urgência na investigação da denúncia pois entende que a cada dia que passa o risco dos empregados contraírem problemas de saúde aumenta.


Gilberta Gimenes explicou ainda que esses funcionários que estão sendo desviado de suas funções não foram treinados para trabalhar nesse setor e isso pode provocar acidentes. O sindicato tem recebido inúmeras reclamações dos funcionários que querem intervenção do Ministério do Trabalho e Emprego.


Dentistas - Os frigoríficos JBS I e II, estão sendo acusados também pelo sindicato, de impedir que seus funcionários recebam tratamento odontológico gratuito, oferecido pela entidade através de convênio com um clínica que utiliza de um trailer que iria até as duas indústrias, para facilitar o atendimento aos empregados.


A denúncia é da diretoria do STICCG que ficou revoltada diante da negativa das duas empresas de liberar funcionários, através de sistema de rodízio, para que recebessem o atendimento odontológico no pátio da empresa. “Não dá para entender a resistência da empresa diante de um benefício de tamanho valor para os empregados”, comentou a sindicalista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados