Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Empate põe o Fluminense na decisão da Copa do Brasil

24 Mai 2007 - 09h56
O Fluminense não jogou bem e irritou seus torcedores durante boa parte da partida, mas soube aproveitar a vantagem conquistada no primeiro jogo, no Maracanã (vitória por 4 a 2), e conseguiu se classificar para a final da Copa do Brasil. O empate por 1 a 1 com o Brasiliense (assista aos melhores momentos ao lado), em Taguatinga, nesta quarta-feira, foi um prêmio ao esforço dos jogadores, que terão pela frente na decisão o Figueirense.

Pela segunda vez seguida, o técnico Renato Gaúcho estará na final da competição - ano passado decidiu pelo Vasco, contra o Flamengo. Desta vez, enfrentará o treinador Mário Sérgio, com quem conquistou o Mundial Interclubes em 1983 pelo Grêmio - os dois eram jogadores.

Sem Carlos Alberto, o técnico do Fluminense optou por Romeu. Com três volantes em campo, seu time iniciou recuado demais. E pagou o preço logo aos cinco minutos. Allan Delon recebeu lindo passe de Warley e, da entrada da área, acertou um chute no canto de Fernando Henrique, e fez 1 a 0 para o time da casa.
 
O gol não chegou a abalar o Tricolor, que continuou recuado demais e abusou dos contra-ataques. Só que o Jacaré se encheu de esperança e, empurrado pela torcida, aumentou a pressão.
 
Expulsão de Carlos Alberto segura o Jacaré
Renato Gaúcho, preocupado, mandou seu time sair para o jogo. O Tricolor, no entanto, esbarrava na pouca capacidade de criação dos seus jogadores de meio-campo. Carlos Alberto, apesar de ainda não ter mostrado todo o seu talento desde que voltou ao clube, fazia falta.
 
No fim do primeiro tempo, a infantil expulsão de Carlos Alberto, do Brasiliense, foi um pequeno alívio para o Fluminense. A situação tricolor ficou ainda melhor a partir dos cinco minutos da etapa complementar, quando Adriano Magrão, de cabeça, fez o seu terceiro gol na Copa do Brail, empatando a partida.
 
O 1 a 1 no placar era uma excelente vantagem para o Fluminense. Para conseguir a vaga, o Brasiliense precisaria marcar mais dois gols, o que seria muito difícil, já que tinha um homem a menos em campo.
 
Só que o Jacaré não se rendeu. Apesar das desvantagens, seguiu dominando a partida.  Recuado, o time de Renato Gaúcho pouco criava e apenas observava a iniciativa do rival. Jogava como time pequeno. Nos minutos finais, o Brasiliense se lançou completamente ao ataque. Na busca pelo gol, esbarrou duas vezes no travessão do goleiro Fernando Henrique, para a alegria da torcida tricolor.
 
 
 
G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos