Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Em visita a empresas, Zeca detalha propostas para industrializar MS

26 Jul 2010 - 13h00Por Fátima News

O candidato a governador de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, começou a segunda-feira fazendo visitas a empresas estabelecidas no núcleo industrial da região Norte de Campo Grande. Conversou com empresários e trabalhadores, falou de suas propostas para impulsionar e interiorizar a industrialização do Estado, bem como do compromisso com a desoneração das micro e pequenas empresas inscritas no Simples nacional, que em Mato Grosso do Sul são obrigadas a pagar, ainda, o ICMS, imposto já embutido na alíquota do tributo federal.

Eram 6h30 da manhã quando Zeca chegou na primeira empresa, acompanhado do candidato a senador Dagoberto Nogueira (PDT), do deputado federal Vander Loubet (PT) e do candidato a deputado estadual Paulo Pedra (PDT). Os funcionários se reuniam para a oração, antes de iniciar a jornada de trabalho. Zeca orou junto, pedindo proteção na caminhada e ajuda para realizar todos os seus projetos.

Essas indústrias se instalaram em Campo Grande graças ao programa de incentivos criado durante o governo Zeca. Progrediram e hoje empregam centenas de pessoas. “O imposto que o Estado abriu mão se transformou em empregos, em oportunidades para jovens, pais e mães, que hoje têm a garantia para sustentar suas famílias e viver com dignidade”, comentou Zeca.

A proposta do candidato é regionalizar os incentivos para impulsionar a industrialização de todo o Estado, priorizando as características locais. Paralelamente, o governo vai investir na capacitação da mão-de-obra local, para que as empresas que forem se instalar em determinada cidade empreguem os trabalhadores daquela cidade. “O PT é o partido dos trabalhadores, queremos empregos de qualidade e salários dignos para todos. Não faz sentido a economia do Estado crescer, e a vida das pessoas não melhorar junto.”

Em outra empresa, a Ecomáquinas, genuinamente estadual, que desenvolveu a tecnologia da criação de máquinas para o fabrico de tijolos ecológicos, Zeca ouviu da empregada Maria Rosário Ribeiro que, durante seu governo, realizou o sonho da casa própria e teve, inclusive, o imóvel quitado totalmente.

O candidato também reencontrou a antiga colega do movimento sindical, Márcia Pavão. Ela conheceu Zeca há 20 anos. Trabalhava em uma agência do Bamerindus e lembra que chegou lá o diretor do sindicato vestido de padre e carregando um caixão, em protesto contra as demissões feitas pelos banqueiros. Márcia disse que passou a admirar Zeca a partir daquele encontro e vota nele sempre.

Ainda pela manhã, Zeca, Dagoberto, a candidata a vice-governadora Tatiana Azambuja (PV) e a candidata a suplente de senador Gilda do PT participaram de caminhada pelas ruas do bairro Nova Bahia, região Norte de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico