Menu
SADER_FULL
quinta, 18 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Em nota oficial, prefeito de Naviraí defende-se de denúncias

9 Mai 2007 - 16h59

Utilizando sua assessoria de imprensa, o prefeito de Naviraí, Zelmo de Brida (PR), emitiu uma nota oficial para tentar defender-se das denúncias de superfaturamento e má qualidade de imóveis distribuídos para a população através de um programa habitacional, feita pelos promotores de Justiça Paulo da Graça Riquelme de Macedo Júnior, Luiz Gustavo Tercaril e Letícia Rossana Pereira Ferreira, que resultaram em ação por improbidade administrativa.

O prefeito recebeu da juíza Marilsa Aparecida da Silva Baptista, da 2ª Vara da Justiça de Naviraí, o prazo de 15 dias, a contar da notificação, para prestar esclarecimentos.

O prefeito abre a nota oficial afirmando que o Conjunto Habitacional Tarumã, o único entregue por sua administração, com 100 unidades, foi edificado pelo governo estadual, com a prefeitura doando o terreno e a infra-estrutura. “Portanto, se há superfaturamento, o governo é quem terá de responder”, diz a nota assinada pela assessoria de imprensa do prefeito.

Sobre o questionamento dos promotores de que os imóveis não foram destinados a pessoas de baixa renda, a nota informa que a renda mínima exigida para o mutuário daquele conjunto era de 600 reais de rendimento (critério da financiadora Caixa), com prestações variando de 70 a 120 reais, conforme a renda da família.

Sobre denuncias de que um ou outro morador tenha sido contemplado com uma casa, sem ser merecedor, a nota esclarece que os critérios de seleção foram puramente técnicos e estabelecidos pela instituição financeira, dentro de um grupo de candidatos interessados apresentados pela área Social do município.

Diz ainda a nota que o número de cadastrados em Naviraí passa 2,5 mil aguardando inclusão nos Programas Sociais.

Por fim, a nota da assessoria de imprensa acusa a imprensa de tentar confundir a opinião pública através das publicações, exemplificando o fato de citar, na mesma matéria, o processo aberto para investigar a regularidade da licitação da empresa A.R Selem Júnior.

Confusa e sem nexo, a nota da assessoria de imprensa alega que o advogado Nério Andrade de Brida, não é e nunca foi sócio da referida empresa e assegura que o mesmo não será afastado, porque já não fazer parte do quadro da Administração há mais de um ano.

Diz ainda que em relação ao processo licitatório a Prefeitura comprovará no momento oportuno, na esfera competente, a lisura do mesmo. “A existência de uma Agencia de Publicidade para cuidar das contas de Imprensa, só acontece para o cumprimento da lei de responsabilidade fiscal”, tenta esclarecer a nota da assessoria de imprensa do prefeito Zelmo de Brida.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico