Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Em crise, Flamengo se reúne para discutir erros

27 Set 2010 - 08h28Por Gazeta Esportiva

Campeonato Brasileiro

Na manhã deste domingo, jogadores e comissão técnica do Flamengo se fecharam no vestiário do clube para debater os erros que a equipe vem cometendo no Campeonato Brasileiro.

Em oito jogos sob o comando do técnico Silas, o Rubro-Negro conquistou apenas uma vitória (sobre o Grêmio Prudente).

A reunião durou 35 minutos e foi organizada após o baixo rendimento do time na partida do último sábado, quando foi superado pelo Palmeiras por 3 a 1, no Estádio Engenhão.

Contratado para melhorar a performance do ataque do Mengão, Diogo explicou a "lavagem de roupa suja" e citou que o momento é de reflexão na Gávea.

"Nosso time fez uma péssima partida. Não criamos, não marcamos. Não fizemos nada.

É uma hora que devemos nos fechar e olhar para a gente mesmo e ver onde podemos melhorar", afirmou o atleta, de 23 anos, que, em sete jogos ainda não balançou as redes no Brasileirão.

A presidente Patrícia Amorim e o diretor técnico Zico não participaram da reunião.

Em 25 rodadas, o atual campeão nacional somou apenas 28 pontos e está a três da zona do rebaixamento

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico