Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 17 de outubro de 2019
CÂMARA BONITO OUTUBRO 2019
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Eleitores pode acompanhar gastos de candidatos na internet

6 Jul 2004 - 18h00
Os gastos dos candidatos à prefeito ou à vereador – durante a campanha - poderão ser acompanhados pela comunidade. A novidade é do Tribunal Superior Eleitoral que vai disponibilizar as informações na internet, pelo site do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul. Nas eleições passadas, os gastos só eram conhecidos depois do período da campanha, quando coligações e partidos têm, obrigatoriamente, até 30 dias para apresentar as contas após o término do turno. De acordo com a assessoria de imprensa do TRE, a apresentação das contas durante a campanha fica à critério de cada candidato. É ele ou a coligação que vai comunicar o TRE sobre os gastos. “Não é uma obrigatoriedade. A nova determinação do TSE pretende criar mecanismos para que o processo eleitoral seja cada vez mais transparente.” Pela internet, os cidadão poderão saber, por exemplo, quanto foi gasto em panfleto, com faixas, com carreatas, etc.
O site do TRE é www.tre-ms.gov.br

Deixe seu Comentário

Leia Também

SORTUDO
Fotaleza tem o mais novo milionário da Mega Sena
NOVELA GLOBAL
Amadeu abandona defesa de Josiane durante o julgamento da vilã em 'A dona do pedaço'
HOMOFOBIA
Filho de Mauricio de Souza desabafa após ataques homofóbicos: 'Desejam que eu apanhe'
BRIGA DE TORCIDAS
Torcedores do Vasco são espancados ao tentarem ir para jogo
INTERVENÇÃO CIRÚRGICA
Atriz Claudia Rodrigues é internada às pressas em SP após passar mal
LATROCINIO
Pastor é baleado e morre em assalto; um suspeito foi preso e outro fugiu
TRAGÉDIA COM 6 MORTES
Acidente em Doutor Ulysses: vítima gravou áudio minutos após tragédia
COMPRAS NO PARAGUAY
Bolsonaro anuncia aumento de US$ 200 no limite em compras no PY
#Nem1SemProfessor
Campanha cria hashtags para publicação de histórias sobre mestres no Dia do Professor
JULGAMENTO DE LULA
STF marca para quinta-feira julgamento que pode definir liberdade de Lula