Menu
SADER_FULL
domingo, 9 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Justiça Eleitoral

Eleito em julho, prefeito de Figueirão é cassado pela Justiça Eleitoral

Justiça Eleitoral cassou os diplomas do prefeito de Figueirão, Neilo Souza da Cunha (PMDB), e do vice Rogério Rodrigues Rosalin (PMDB).

17 Set 2013 - 08h39Por Campo Grande News

A Justiça Eleitoral cassou os diplomas do prefeito de Figueirão, Neilo Souza da Cunha (PMDB), e do vice Rogério Rodrigues Rosalin (PMDB). O juiz da 38ª Zona Eleitoral, Walter Arthur Alge Netto, determinou que eles fossem afastados e que o comando da Prefeitura seja assumido pelo presidente da Câmara Municipal.

A decisão foi a partir de denúncia do Ministério Público Eleitoral sobre compra de voto. O magistrado também fixou multa de R$ 45 mil para Cunha e Rosalin. “O valor da multa pecuniária fora fixado com fundamento na quantidade de envolvidos, no número de fatos demonstrados e na mínima diferença de votos entre os candidatos (13 votos)”, afirma na sentença.

Caso a decisão seja mantida após os recursos, o município, com 2.997 habitantes, pode ter a terceira eleição. No pleito de outubro de 2012, foi reeleito Getulio Furtado Barbosa (PMDB). Cassado, houve nova eleição em julho.

Neilo Souza da Cunha obteve 50,31% dos votos válidos (1.058). O candidato adversário, Juvenal Consolaro (PTB), ficou com 49,69% dos votos (1.045). A diferença entre os concorrentes foi mínima: 13 votos.

Durante o período da nova eleição, a Prefeitura foi assumida pelo vereador Milton Alves Pereira (PMDB), que deve retornar ao comando do Poder Executivo. É convocada nova eleição quando o candidato tem mais de 50% dos votos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - ALMOÇO NO PESQUEIRO
Pesqueiro 7 Bello serve delicioso almoço com pratos típicos do peixe neste domingo em VICENTINA
COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado
SE DEU MAL
Assaltante é morto após fazer idosa de 83 anos refém no Rio de Janeiro