Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Dutra defende inspeção obrigatória de carros

22 Out 2004 - 14h37
O ministro das cidades, Olívio Dutra, defendeu hoje a aprovação na Câmara dos Deputados do projeto de lei que obriga os proprietários de carros a fazer a inspeção técnica veicular. Durante visita ao Congresso, o ministro lembrou que mais de 30 mil pessoas morrem por ano em acidentes de trânsito e mais de 300 mil ficam com seqüelas. “Na frieza dos números, econômica e financeiramente, são R$ 10 bilhões de prejuízos para o país”, declarou.

A inspeção técnica veicular será semestral para os veículos destinados ao transporte escolar e anual para os demais carros. O proprietário terá que pagar duas taxas para ter seu carro inspecionado: uma que verifica os itens de segurança e outra que faz a checagem dos itens que controlam a poluição ambiental.

Segundo o ministro, “não será cobrado nada exorbitante e nada fora do que não seja prestação qualificada de um serviço necessário ao país para que a vida das pessoas possa ser preservada”. De acordo com o projeto, ficará proibido de transitar o veículo que não atender aos limites de emissão de poluentes.

Uma comissão especial de deputados aprovou em julho a proposta que está pronta para ser votada também no plenário da Câmara. A questão da segurança e da poluição nas grandes cidades são os principais argumentos utilizados para a inspeção veicular sair do papel. Estima-se que cerca de 10% da frota nacional de 30 milhões de carros não têm nenhuma condição de tráfego.

“Nós queremos que a população tenha uma vida de qualidade e o papel do poder público possa ser executado. Não temos fixado uma taxa, determinamos a prestação de serviço qualificado, o que já ocorre em diversos países onde tinha um índice de violência no trânsito enorme e, por conta da prestação desse serviço qualificado, reduziu-se drasticamente essa tragédia”, reforçou Olívio Dutra.

Os veículos em circulação terão suas condições de segurança, de controle de emissão de gases poluentes e de ruído avaliadas durante a inspeção. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ficará responsável pela edição de normas técnicas de segurança e o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) será responsável pela edição de normas para o controle de emissão de gases poluentes.

O serviço público de inspeção técnica veicular será prestado por empresas privadas, em regime de concessão contratual. Segundo o projeto, parte dos recursos arrecadados com a cobrança de tarifas será aplicada em benefício do serviço.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos