Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 12 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Dunga aposta em jogo aberto e até espetáculo contra Holanda

1 Jul 2010 - 16h14Por Redação Terra
Se o pesadelo de Dunga no início da Copa do Mundo da África do Sul era enfrentar seleções retrancadas, o técnico da Seleção Brasileira está de ânimo completamente renovado para duelar com a Holanda. O treinador disse nesta quinta-feira, véspera do duelo pelas quartas de final em Port Elizabeth, que acredita em um jogo aberto e até num espetáculo para os torcedores.

Antes do primeiro jogo mata-mata - nas oitavas contra o Chile - Dunga ainda foi precavido nas palavras antes do apito inicial. Desta vez, o técnico nem pensa em encontrar uma postura defensiva. Perguntado o motivo pela qual Brasil e Holanda poderão fazer o melhor jogo do Mundial, rasgou elogios.

"Porque as duas equipes tentam jogar, têm jogadores de qualidade técnica e fazem aquilo que todos nós gostamos. Tentar sempre o gol, buscar vencer. Com duas equipes dessa forma, o espetáculo sempre fica bom", disse.

A Seleção Brasileira teve dificuldades diante dos adversários retrancados na fase classificatória - vitórias sobre Coreia do Norte (2 a 1) e Costa do Marfim (3 a 1), além de empate com Portugal (0 a 0). Já nas oitavas, contra o Chile, o Brasil teve um jogo aberto e fez 3 a 0 sem grandes dificuldades.

"Esperamos que seja um jogo aberto. Daqui para frente são todas partidas eliminatórias, então não pode ficar se cuidando muito. Tem que jogar para vencer", completou Dunga.

O treinador preferiu manter mistério sobre a escalação da equipe. O volante Felipe Melo, que se recupera de uma lesão no tornozelo esquerdo, ainda não está confirmado. "O Felipe está em condições, treinou normalmente. São lesões e tem que ver como vai reagir no dia após o treinamento", avisou.

E, depois de assumir preocupação com o comportamento do meia Kaká - pendurado após um amarelo contra o Chile -, Dunga preferiu sair em defesa do meia. "É um rapaz inteligente, sabe da sua importância. Se eu ficar te batendo o tempo todo e você ainda levar amarelo, não vai gostar. Ele é o que mais sofre faltas. O último (amarelo) só foi justo, os dois primeiros não tinha porque tomar cartão", opinou o treinador, lembrando também da expulsão do jogo contra a Costa do Marfim.

Já sobre o rival, Dunga assumiu que o atacante Robben merece atenção especial dos brasileiros. "Sem duvida, lógico que ele faz a diferença. É um jogador técnico, basta ver as ultimas partidas do Bayern (de Munique), quando sempre foi um jogador decisivo".


Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP
ULTIMO CAPITULO
Globo exibe último capítulo de Segundo Sol e assunto bomba
DE GLÓRIA DE DOURADOS PARA O MUNDO
Ana Karla é convidada especial da Hyundai para um talk show neste sábado em São Paulo
1ª INDIGENA NO GOVERNO
Índia da equipe de Jair Bolsonaro já atuou com Cauã Reymond e foi moradora de rua
FINAL DE NOVELA
Valentim beija Rosa em gravação que vai ao ar no fim de 'Segundo sol'; veja mais detalhes