Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 19 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Dourados monta 56 pontos para vacinação anti-rábica

24 Set 2010 - 16h16Por Assecom

Neste sábado, todas as pessoas que possuem cães e gatos com mais de quatro meses de idade devem levar os animais de estimação a um dos 56 postos de vacinação montados em Dourados pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) para a imunização contra a raiva. O objetivo é vacinar 33 mil animais domésticos no município.

Em Dourados, os postos de vacinação funcionarão nas sedes das escolas da rede pública de ensino, em algumas unidades básicas de saúde e nos parques e praças do município. O horário de atendimento é das 8h às 17h.

Segundo o veterinário do CCZ, Eduardo Arteiro Marcondes, por determinação do Ministério da Saúde não será permito levar as vacinas para os donos aplicarem nos animais em suas próprias residências.

A vacinação acontece com o apoio do CCZ, da Secretaria Municipal de Saúde e dos acadêmicos de veterinária. Eduardo Marcondes alerta que é necessário levar a carteirinha de vacinação dos animais e que fêmeas prenhas também devem receber a dose da vacina.

Zona Rural
Na zona rural de Dourados a campanha de vacinação começa na segunda-feira. A primeira região a receber a campanha será a aldeia Jaguapiru, que terá posto itinerante e um fixo no pátio da Missão Caiuás.

No dia 28 a vacinação continua na Jaguapiru, mas no NAM e na Casa do Tico. A segunda região rural a receber o CCZ será a aldeia Bororó.

Outras informações podem ser obtidas no CCZ por meio do telefone (67) 3411-7753.

Casos
Dourados não tem registrado nenhum caso de animais com raiva. Entretanto, no ano passado dois morcegos encontrados em Dourados tiveram resultados positivos no exame que diagnostica a doença.

Eduardo Marcondes disse que a vacinação é muito importante, uma vez que “a prevenção humana é feita pela vacinação de gatos e cães, por isso a importância dos donos levarem seus animais para vacinar”.

O veterinário esclarece que mesmo com a baixa incidência, a preocupação com a raiva é grande por causa da alta letalidade da doença. “A raiva não tem cura e neste mês o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso do ano de raiva humana transmitida por cão”, disse. O caso foi confirmado no Ceará.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados