Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Dourados monta 56 pontos para vacinação anti-rábica

24 Set 2010 - 16h16Por Assecom

Neste sábado, todas as pessoas que possuem cães e gatos com mais de quatro meses de idade devem levar os animais de estimação a um dos 56 postos de vacinação montados em Dourados pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) para a imunização contra a raiva. O objetivo é vacinar 33 mil animais domésticos no município.

Em Dourados, os postos de vacinação funcionarão nas sedes das escolas da rede pública de ensino, em algumas unidades básicas de saúde e nos parques e praças do município. O horário de atendimento é das 8h às 17h.

Segundo o veterinário do CCZ, Eduardo Arteiro Marcondes, por determinação do Ministério da Saúde não será permito levar as vacinas para os donos aplicarem nos animais em suas próprias residências.

A vacinação acontece com o apoio do CCZ, da Secretaria Municipal de Saúde e dos acadêmicos de veterinária. Eduardo Marcondes alerta que é necessário levar a carteirinha de vacinação dos animais e que fêmeas prenhas também devem receber a dose da vacina.

Zona Rural
Na zona rural de Dourados a campanha de vacinação começa na segunda-feira. A primeira região a receber a campanha será a aldeia Jaguapiru, que terá posto itinerante e um fixo no pátio da Missão Caiuás.

No dia 28 a vacinação continua na Jaguapiru, mas no NAM e na Casa do Tico. A segunda região rural a receber o CCZ será a aldeia Bororó.

Outras informações podem ser obtidas no CCZ por meio do telefone (67) 3411-7753.

Casos
Dourados não tem registrado nenhum caso de animais com raiva. Entretanto, no ano passado dois morcegos encontrados em Dourados tiveram resultados positivos no exame que diagnostica a doença.

Eduardo Marcondes disse que a vacinação é muito importante, uma vez que “a prevenção humana é feita pela vacinação de gatos e cães, por isso a importância dos donos levarem seus animais para vacinar”.

O veterinário esclarece que mesmo com a baixa incidência, a preocupação com a raiva é grande por causa da alta letalidade da doença. “A raiva não tem cura e neste mês o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso do ano de raiva humana transmitida por cão”, disse. O caso foi confirmado no Ceará.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz passa mal ao abraçar e beijar a mãe pela primeira vez
FURACÃO
Atlético-PR ganha nos penaltis e é campeão da Sul-Americana
PROVAS ROBUSTAS
PF apreende R$ 2 milhões em busca em endereços de Aécio e aliados de Temer
INCREDIBILIDADE
Um Governo ficha-suja: mais da metade dos ministros estão enrolados
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Aranha descobre marca de pata de gato de Gabriel, tira foto e conta aos guardiã
SUSTO
Celular pega fogo no bolso da calça e deixa homem com queimaduras na perna e mãos
PROCURADO
Com prisão decretada desde setembro, Dado Dolabella é considerado foragido da Justiça
DICAS DE MARKETING
5 dicas de marketing para um negócio de dropshipping
CRIME HEDIONDO
Câmera flagra ataque de suspeito de estuprar garota de 14 anos em SP; vídeo