MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 11 de Dezembro de 2017
RIO_DOURADOS
DELPHOS_FULL
13 de Dezembro de 2004 14h38

Dourados inaugura laboratório de monitoramento a ferrugem

A Secretaria de Estado da Produção e do Turismo (Seprotur), a Bayer Cropscience, entre outros parceiros, vai inaugurar na próxima quarta-feira, dia 15, às 10h, no Sindicato Rural de Dourados, mais um laboratório de monitoramento a ferrugem da soja. Este é o terceiro dos quatro laboratórios que estão sendo implantados no Estado para combater a doença que na semana passada pegou os sojicultores de surpresa ao confirmar o primeiro foco da doença na região de Ponta Porã.

A pesar de ainda não ter sido inaugurado, o laboratório de monitoramento de Dourados já está funcionando e foi o primeiro a examinar o material colhido na Fazenda Itamarati. O fungo foi descoberto pela equipe da Bayer – coordenada pelo professor Walber Luis Gavasoni, responsável pelos laboratórios de Naviraí, Maracajú e Dourados – que trabalha no centro de diagnose daquele município, na última quarta-feira, mas apenas divulgado oficialmente no último sábado.

“Esta aí a importancia de trabalhos como esse. O governo do Estado sinaliza que tem interesse em contribuir com a classe produtora, indica parceiros – pois sem a iniciativa privada não temos condições de dar andamento aos nossos trabalhos, está aí o exemplo da Bayer – é assim que as coisas acontecem”, comenta o diretor-presidente da Associação dos Produtores de Sementes e Mudas de Mato Grosso do Sul (Aprossul), Carmélio Romano Roos, ao comparar com a parceria que está firmando hoje com o governo, através da Seprotur, e que beneficiará os sojicultores com um trator para desenvolver pesquisas em novas cultivas de soja.

Para evitar sustos, como o comprovado em Dourados, é importante que o produtor fique atento ao monitorar a lavoura. “O sucesso do monitoramento está na coleta correta do material. Por isso, também estamos auxiliando os produtores com material informativo sobre os procedimentos que devem ser adotados e também distribuindo os saquinhos onde essa amostra deve ser armazenada”, indica o gerente regional de marketing da Bayer, Marco Andrey Salle. Ainda segundo Andrey os agricultores podem encontrar esses materiais nos Sindicatos Rurais e nos laboratórios de monitoramento a doença.

“É importante lembar que produtor pode monitorar sua lavoura a partir dos nossos laboratórios. Basta apenas se cadastrar em um dos quatro centros de diagnose. Nesse caso o agricultor terá apenas que doar, uma única vez, 5 kg de alimento não perecível que serão doados a entidades beneficentes”, finaliza Marco Andrey.


Investimento

Para custear esse projeto, no que diz respeito à reforma de laboratórios, equipamentos, pagamento e treinamento de pessoal, foram investidos cerca de U$S 200 mil, tudo isso a cargo da grande parceria com a Bayer Cropscience. “A exemplo da Bayer, que está contribuindo com esse grande investimento, estamos abertos a novos parceiros que, juntamente com o governo do Estado, queiram expandir essa iniciativa em outros municípios”, argumentou o superintendente de Agricultura e Pecuária da Seprotur, Benedito Mário Lázaro.

Quanto ao último laboratório a ser inaugurado, o de Chapadão, já está sendo feito o agendamento que deverá ser confirmado para a próxima semana, dia 20. Em casos de dúvidas sobre a ferrugem os produtores podem ligar para os telefones (067) 422-5039 em Dourados, (067) 461-1383 em Naviraí, (067) 562-2032 em Chapadão do Sul e (067) 454-2631 em Maracajú.
 
 
Agência Popular
Comentários
Veja Também
Nossa_Lojas
MBO_SEGURANÇA_300
LISTINHA_ONLINE
Últimas Notícias
  
FORTALEZA
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.