Menu
PASSARELA
terça, 17 de julho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
QUADRA ADAPTADA

Dourados é 1ª cidade de MS a construir quadra de esporte adaptado

21 Mai 2010 - 15h20Por Fátima News com Assecom

O Centro de Convivência da Pessoa Portadora de Deficiência “Dorcelina Folador”, de Dourados, terá uma quadra coberta para a prática de esportes adaptados, como o basquete sobre rodas.

O espaço esportivo e de lazer para atender portadores de deficiência é o primeiro construído por uma administração municipal em Mato Grosso do Sul.

A quadra será totalmente adequada às limitações dos frequentadores, cumprindo as determinações da Política Pública de Inclusão Social.

O lançamento da obra aconteceu quinta-feira (20), durante solenidade no Centro de Convivência, com a presença do prefeito Ari Artuzi e da secretária de Assistência Social, Itaciana Pires Santiago, além do coordenador da entidade, Arcelino Arce.

Segundo o coordenador, essa obra representa a realização de um sonho antigo. “Há anos, desde que formamos a primeira equipe de basquete sobre rodas, vínhamos lutando por este espaço. Agora sim, vamos ter a estrutura necessária para nossos treinos”, disse Arce.

O coordenador explicou que além do basquete sobre rodas, a entidade conta ainda com outras modalidades esportivas adaptadas, entre elas o atletismo e o futebol. “Além de nossos usuários, outros deficientes e os alunos da Sociedade Pestalozzi também poderão utilizar esse espaço, ou seja, essa estrutura será muito bem aproveitada. Só temos que agradecer à administração municipal e ao prefeito Ari Artuzi, por nos ajudar a tornar esse projeto real”, enfatizou Arcelino Arce.

O prefeito Ari Artuzi falou que se sente feliz por ser o primeiro administrador do Estado a construir uma quadra esportiva adaptada e que a questão da pessoa portadora de deficiência, para ele, será sempre tratada com muita seriedade, carinho e respeito. Artuzi aproveitou para anunciar mais investimentos que devem ser feitos pela atual administração, na melhoria da qualidade de vida dos deficientes.

Por determinação do prefeito, deve ser licitada a obra de uma academia ao ar livre para atender a população portadora de deficiência. Toda a estrutura da área que irá oferecer atividade física aos deficientes deverá ser adaptada às limitações dos alunos. O projeto do município já está bem adiantado e deve em breve sair do papel, como garantiu o prefeito durante a solenidade.

Diretor da Funced (Fundação Cultural e de Esportes de Dourados) e ex-técnico da equipe de basquete sobre rodas do Centro de Convivência “Dorcelina Folador”, Leandro Carlos Francisco disse que essa quadra é uma conquista não só dos deficientes, mas do esporte adaptado no município. “Antes, mesmo sem condições, o esporte adaptado já vinha crescendo bastante em nossa cidade. Agora, com esses investimentos, não tenho dúvidas de que vamos avançar ainda mais com a descoberta de muitos destaques não só no basquete, mas também em outras modalidades como o futebol, o atletismo, entre outras”, destacou Leandro.

Direitos
Leandro afirmou que a equipe de basquete sobre rodas de Dourados treinava em espaços cedidos e improvisados, com cadeiras fabricadas pelos próprios deficientes, na serralheria do Centro de Convivência “Dorcelina Folador”. Mesmo com as mínimas condições, a equipe chegou a participar de várias competições dentro e fora do Estado. “Eles foram longe. Disputaram até o Brasileiro de Basquete Adaptado no ano passado”, lembrou o diretor da Funced. “Força de vontade que leva à superação”, definiu a presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Severiana Ramires, a Vinha.

Segundo ela, a execução dessa obra é a união dos esforços de deficientes e pessoas que lutam pela garantia dos direitos à inclusão. “Esse é um projeto das antigas coordenações aqui do Centro de Convivência, do Jair que começou com o basquete para cadeirantes, do prefeito Ari Artuzi que desde o início se comprometeu em nos ajudar e agora está aqui lançando essa obra. Estamos muito felizes porque agora vamos ter o nosso espaço adaptado”, relatou.

Vinha declarou ainda que além deste espaço esportivo e de lazer destinado a atender a população portadora de deficiência, o município tem avançado e muito na questão da inclusão do deficiente na sociedade. “Só aqui na entidade temos cerca de cadastrados 1.800 deficientes que recebem todo tipo de benefício garantido por Lei, além de participar de cursos de geração de emprego e renda. Recentemente foi realizado em Dourados o seminário de inclusão do deficiente no mercado de trabalho, o que contribuiu e muito para uma mudança na consciência da classe empresarial para esse assunto”, ressaltou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GRANA
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo é preso e humilha Roberval
FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade