Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Doni pega dois pênaltis e Brasil vai à final da Copa América

11 Jul 2007 - 07h35
A esperada reprise do show apresentado na goleada sobre o Chile não aconteceu e a seleção brasileira sofreu para avançar à final da Copa América da Venezuela. A equipe de Dunga passou pelo Uruguai ao ganhar por 5 a 4 nos pênaltis - o jogo terminou empatado por 2 a 2 no tempo regulamentar. A seleção espera agora o vencedor do confronto entre a Argentina e o México, que se enfrentam na quarta, para tentar o segundo título consecutivo da competição.

Depois de sofrer uma pequena pressão do Uruguai, o Brasil saiu na frente aos 12 minutos do primeiro tempo. Atuando como único armador da equipe, Júlio Baptista arrancou pela direita e cruzou para Vágner Love, que deixou a bola passar para Mineiro. O ex-volante do São Paulo invadiu a área e chutou para a defesa parcial do goleiro Fabián Carini. Na sobra, o lateral-direito Maicon aproveita a meta aberta para empurrar para o fundo das redes.

Logo após o gol brasileiro, uma das torres de iluminação do Estádio José Pachencho Romero se apagou completamente. O juiz colombiano Oscar Ruiz paralisou o jogo, que só voltou a ser disputado 13 minutos depois, mesmo com o refletor parcialmente aceso. A paralisação beneficiou os uruguaios, que tiverem duas grandes chances de empatar. Na primeira, Forlán chutou forte e Doni fez excelente defesa. Na seqüência, o camisa 12 brasileiro voltou a salvar um chute à queima-roupa de Recoba.

Mas Doni mandou por água abaixo o bom desempenho na etapa inicial ao falhar numa cobrança de escanteio, aos 48. Ao sair errado da meta, o goleiro brasileiro mandou a bola nos pés do atacante Diego Forlán, que dominou e bateu firme para empatar. A equipe de Oscar Tabárez ainda teve chances de virar, mas foi o Brasil que voltou a marcar num lance de bola parada. Em falta pela direita, Maicon cruzou na área e a zaga uruguaia não conseguiu afastar. Com um toque sutil, Júlio Baptista desviou para o fundo das redes.

As duas equipes voltaram apáticas na segunda etapa e não conseguiram chegar com perigo devido aos inúmeros passe errados. Mas, aos 23, o Uruguai voltou a empatar no primeiro lance de perigo, quando Forlán desviou de cabeça cruzamento da esquerda. Totalmente livre, Abreu, de carrinho, mandou na trave antes da bola entrar. O time de Dunga só conseguiu responder numa jogada com Afonso, que havia entrada no lugar de Vágner Love. Depois de ser lançado na área, o camisa 21 caiu na área ao ser desarmado por Diego Lugano, mas o juiz não marcou pênalti.

O Brasil espera agora o classificado da outra semifinal. Caso a Argentina passe pelo México, seu algoz na primeira fase, os eternos rivais do futebol sul-americano voltam a se encontrar numa decisão de Copa América. Na edição passada do torneio, no Peru (2004), os brasileiros ganharam dos hermanos nas penalidades - o confronto havia terminado em 2 a 2 no tempo normal. A decisão na Venezuela acontece no domingo, às 18h05 de Brasília.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado