Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Dólar tem maior alta diária desde fevereiro e fecha a R$ 1,93

4 Jun 2007 - 17h00

O dólar teve nesta segunda-feira a maior alta diária desde o final de fevereiro e se reaproximou de R$ 1,93, depois que um forte declínio da bolsa de Xangai motivou um dia de ajustes nos mercados em geral.

A moeda norte-americana encerrou a R$ 1,928, com avanço de 1,37%. O leilão de compra de dólares do Banco Central perto do fechamento ajudou a impulsionar a cotação.

O principal índice da bolsa de Xangai caiu mais de 8% no pregão de segunda-feira, com os investidores ainda refletindo a decisão do governo, na semana passada, de ampliar a taxação sobre operações com ações para conter o superaquecimento do mercado.

A correção na China afetou os negócios nas bolsas de valores norte-americanas e na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

"O mercado chinês... dadas as suas características muito pontuais e ambiente de forte especulação, a rigor, não tem vasos comunicantes que possam interferir pesadamente nas bolsas americanas e por conseguinte nas demais bolsas importantes do mundo", ponderou a corretora de câmbio NGO em relatório.

"Porém, como o ambiente global predominante é de forte perfil especulativo, uma queda acentuada... acaba por motivar alguns mercados, entre os quais o brasileiro, a aproveitar para uma rodada de realização de lucros."

A corretora lembrou que o mercado local já estaria propenso a um começo de semana mais cauteloso, diante da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) e do feriado no Brasil na quinta-feira.

O Copom anuncia a decisão sobre a taxa básica de juro na quarta-feira, depois do fechamento dos mercados.

Para João Medeiros, diretor de câmbio da Pioneer Corretora, um corte de 0,50 ponto percentual da taxa Selic pode fazer com que o dólar tenha algum ajuste para cima. "E se vier (o corte de) 0,25 ponto, daí o dólar cai mais", afirmou, completando que o fluxo cambial continua bastante positivo.

"As exportações estão bem, acho que o dólar furando R$ 1,90 deve buscar o (patamar de) R$ 1,85", calculou Medeiros.

Na sexta-feira, o dólar chegou a ser vendido a R$ 1,900 durante os negócios, mas desacelerou levemente a queda no fechamento.

 

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai