Menu
SADER_FULL
terça, 20 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Dólar segue otimismo das bolsas e fecha em queda

3 Jul 2007 - 17h44

O dólar fechou em queda nesta terça-feira, animado pelo desempenho favorável das bolsas de valores, em um dia de poucos negócios devido ao fechamento antecipado dos mercados norte-americanos.

As recentes quedas do dólar, porém, estimularam ajustes de posição que ajudaram a manter a taxa de câmbio praticamente estável no meio da sessão.

A moeda norte-americana encerrou cotada a R$ 1,911, com baixa de 0,26%.

No início da sessão, a divisa chegou a cair para R$ 1,908 com a alta das bolsas de valores em Wall Street. O mercado norte-americano manteve a valorização iniciada na véspera, impulsionado por notícias corporativas e indicadores favoráveis sobre a economia norte-americana.

O ritmo de negócios, porém, diminuiu à medida que se aproximava o fechamento antecipado do mercado norte-americano em razão do feriado do Dia da Independência, que será comemorado na quarta-feira nos Estados Unidos.

Em meio à calmaria, os investidores aproveitaram a baixa de 0,73% na véspera e realizaram ajustes de posição que mantiveram a cotação do dólar estável no meio do dia.

"(O dólar) veio com um dia forte de queda e (então) deu uma realizada", disse o operador de câmbio de uma corretora nacional, que pediu para não ser identificado.

José Roberto Carreira, gerente de câmbio da corretora Novação, disse que a própria proximidade do feriado nos Estados Unidos favoreceu os ajustes, já que diminuiu a disposição dos investidores em negociar em um ambiente de menor liquidez.

"O pessoal não quer ficar muito exposto, fica com receio e acaba não fazendo nada. Hoje à tarde está bastante fraco", afirmou.

O desempenho positivo da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), porém, fez o dólar retomar a trajetória de queda na última meia hora de pregão. A bolsa paulista, que também refletia a alta nos Estados Unidos, era puxada pelas ações da Petrobras, maior componente do Ibovespa.

"A bolsa está subindo (cerca de) 0,4%, automaticamente o dólar é para baixo", disse Carreira, pouco antes do fechamento do mercado de câmbio.

Na última hora de pregão, o Banco Central voltou a realizar um leilão de compra de dólares no mercado à vista. Na operação, a autoridade monetária definiu corte a R$ 1,9151 e, segundo operadores, aceitou pelo menos sete propostas.

 

Invertia

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)