MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 17 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
12 de Agosto de 2004 09h59

Dólar inicia em baixa atento ao avanço do petróleo

Em dia de vencimento de dívida cambial, o mercado de câmbio iniciou os negócios em baixa. Ontem, as cotações foram pressionadas pela briga para a formação da Ptax (média oficial do dólar). Ela será utilizada na remuneração dos investidores na liquidação da dívida.

No começo da manhã, a moeda americana era negociada a R$ 3,03, com queda de 0,26%. O comportamento do petróleo no mercado internacional deve voltar a concentrar as atenções dos investidores. Ontem, o preço do barril ultrapassou os US$ 45. O ministro saudita do Petróleo, Ali al-Naimi, disse que o país está pronto para um aumento imediato da produção em 1,3 milhão de barris por dia a fim de impedir que os preços continuem em níveis recordes. Apesar da notícia, o barril em Nova York fechou em alta, cotado a US$ 44,80.

O confronto entre as tropas norte-americanas e iraquianas e insurgentes leais ao líder radical xiita Moqtada al Sadr voltou a pressionar as cotações nesta quinta-feira. O barril do petróleo cru para setembro atingiu US$ 45,03 no pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York hoje.

Indicadores americanos.

De acordo com dados do Departamento do Trabalho dos EUA, o número de pedidos de auxílio-desemprego caiu em 4 mil na semana encerrada no dia 7 de agosto. Desde que o Fed (Federal Reserve, o banco central americano), elevou a taxa de juros para 1,5% ao ano, analistas afirmam que os dados referentes ao mercado de trabalho podem fornecer pistas sobre as futuras decisões da instituição.

Na semana passada, a criação de apenas 32 mil novas vagas ante uma expectativa de geração de 230 mil novos empregos decepcionou o mercado. Analistas chegaram a levantar a hipótese de manutenção da taxa de juros nos EUA diante do fraco desempenho do mercado de trabalho.

De acordo com a nota oficial da última reunião, a desaceleração no ritmo de melhora do mercado de trabalho nos últimos meses pode ser atribuída, em parte, ao aumento substancial dos preços de energia.
 
Folha Online
Comentários
Veja Também
LÉO_GÁS_300
FÁBRICA_CALÇADOS
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Últimas Notícias
  
FORTALEZA
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.