Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Dólar fecha em alta, a R$ 1,78, após piora nos EUA

21 Jul 2010 - 16h30Por Folha Online

Depois de oscilar ao longo do dia, o mercado de câmbio doméstico fechou em alta nesta quarta-feira, influenciado pela virada na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). A piora do cenário nos Estados Unidos, após depoimento do presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA), Ben Bernanke, puxou o mercado de ações brasileiro para baixo durante a tarde.

"O mercado estava sem notícias e o que fez reverter a tendência de alta na Bovespa e queda do dólar foi o posicionamento do Bernanke. Com uma notícia importante em um mercado de pouco volume, mexeu muito rápido", afirmou André Nunes, presidente do Grupo Fitta.

Nesse cenário, a taxa de câmbio atingiu R$ 1,784 nas últimas operações do dia, em um acréscimo de 0,56% sobre o fechamento de ontem. Os preços da moeda americana oscilaram entre R$ 1,770 e R$ 1,786. Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo caiu para R$ 1,90, 0,52% a menos que no dia anterior.

Ainda operando, a Bovespa tem valorização de 0,04%, aos 64.485 pontos. Nos Estados Unidos, o Dow Jones opera em queda de 1,20%.

Em testemunho preparado para apresentação ao Comitê Bancário do Senado, Bernanke afirmou que as perspectivas econômias no país continuam "atipicamente incertas". Ele disse, porém, que o banco central está pronto para adotar mais medidas para impulsionar o crescimento se for necessário.

Bernanke acrescentou que as autoridades do Fed acreditam que a economia norte-americana ainda está no caminho para a recuperação. "Embora a política fiscal e a reconstrução de estoques devam fornecer menos ímpeto para a recuperação do que nos trimestres passados, a maior demanda das famílias e dos empresários ajudará a sustentar o crescimento."

Mais cedo, as Bolsas dos EUA operavam em tendência indefinida, em meio a notícias distintas sobre o desempenho das companhias no segundo trimestre.Enquanto Apple, Coca-Cola e dois grandes bancos tiveram resultados acima do esperado, o balanço do Yahoo desapontou o mercado.

Por aqui, a alta nas ações de siderurgia e mineração, beneficiadas pela notícia de que a China poderia reduzir as medidas de aperto monetário, foi reduzida pela piora do cenário externo.

Além disso, hoje é dia de decisão do Copom (Comitê de Política Monetária) sobre o futuro da taxa básica de juros do país, a Selic, atualmente em 10,25% ao ano. As apostas do mercado se dividem entre alta de 0,5 ou 0,75 ponto percentual.

"A média no mercado é de alta de 0,75 e isso não mudou. O Banco Central tem atuado sempre validando a expectativa dos analistas", disse Nunes. Para ele, porém, a notícia não deve causar grande repercussão no mercado financeiro amanhã, já que a alta já foi precificada pelo mercado.

JUROS FUTUROS

No mercado futuro de juros, que serve de referência para o custo dos empréstimos nos bancos, as taxas projetadas fecharam em direções opostas.

No contrato para outubro deste ano, a taxa prevista subiu para 10,85%; no contrato para janeiro de 2011, a taxa projetada ficou estável em 10,97%; e no contrato para janeiro de 2012, a taxa prevista caiu para 11,54%. Esses números são preliminares e estão sujeitos a ajustes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito