Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Dólar fecha cotado a R$ 1,857, cumulando queda de 0,27%

20 Jul 2007 - 16h05
O dólar comercial voltou a subir nesta sexta-feira, influenciado pela realização de lucros nos mercados internacionais, assim como na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). A moeda norte-americana registrou leve avanço de 0,05%, cotada a R$ 1,857 para venda --menor valor desde 9 de outubro de 2000, quando o dólar fechou a R$ 1,854. Apesar da valorização de hoje, o dólar acumulou queda de 0,27% na semana.
O Banco Central entrou no mercado no final do pregão e comprou moeda a R$ 1,8595 (taxa de corte). Nas casas de câmbio paulistas, o dólar turismo foi cotado a R$ 1,96 (venda), estável.
A taxa de risco-país, medida pelo indicador Embi+ (JP Morgan), marcou os 167 pontos às 16h15, com avanço de 4,37%.
De acordo com Ideaki Iha, analista de câmbio da corretora Fair, a recuperação do dólar frente ao real ocorreu por conta do cenário externo. "Após os fortes ganhos das Bolsas nessa semana, os investidores realizaram lucros. Além disso, os resultados trimestrais de algumas empresas abaixo do esperado e o risco-país em alta contribuem para essa realização", afirma.
Diante desse cenário, muitos investidores seguiram o mesmo caminho na Bovespa. "Isso significa que o dólar saiu dos [países] emergentes e voltou para títulos do tesouro americano, por exemplo", explica Iha.
Juros futuros - O mercado futuro de juros encerrou o dia com tendência de alta. O contrato para janeiro de 2008 projetou juro de 11,04%, estável. No contrato de janeiro de 2009 a taxa projetada subiu de 10,72% para 10,73%. E no contrato de janeiro de 2010 a taxa negociada avançou de 10,72% para 10,76%.
 
 
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação