Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 21 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Dólar fecha abaixo de R$ 2,09 nesta segunda-feira

12 Mar 2007 - 16h19
O mercado de câmbio voltou a fechar com o dólar desvalorizado em relação ao real nesta segunda-feira, após uma sessão tranqüila. O cenário relativamente calmo no ambiente externo amparou a trajetória de queda da divisa, limitando os efeitos de alta da intervenção do Banco Central (BC) no segmento à vista. A agenda rica em eventos da semana, porém, manteve uma certa cautela entre os agentes.

O dólar encerrou o pregão com queda de 0,52%, a R$ 2,0860 na compra e R$ 2,0880 na venda. Ao longo da sessão, as cotações oscilaram da mínima de R$ 2,0860 à máxima de R$ 2,0990. De acordo com informações do mercado, o giro interbancário somou US$ 2,6 bilhões. Na roda de "pronto" da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F), a divisa terminou a R$ 2,087, com queda de 0,6% e volume igual a US$ 554,50 milhões.

Na avaliação do operador da tesouraria de um banco em São Paulo, o pregão refletiu uma melhora geral no humor dos investidores, acreditando que a pior parte da crise já tenha passado. Hoje, a pauta fraca de divulgações, aliada ao quadro tranqüilo no exterior, colaboraram com isso. "O mercado está confirmando a tendência de que a moeda irá devolver as altas recentes", disse outro profissional, de uma corretora.

A atenção com a pauta internacional desta semana, porém, limitou os ânimos. Entre os principais eventos estão o índice de preços ao produto (PPI, na sigla em inglês) de fevereiro nos Estados Unidos, que mede a inflação no atacado, na quinta-feira; e índice de preços ao consumidor (PPI) e a produção industrial do mês passado naquele país, na sexta-feira.

Do ponto de vista técnico, o operador da corretora notou que a cotação rompeu um suporte importante ao fechar abaixo dos R$ 2,09. "Se o cenário continuar tranqüilo no ambiente internacional e o fluxo de entrada seguir positivo, o dólar pode buscar os R$ 2,05 ainda nesta semana", avaliou profissional, que preferiu não ser citado. "Os recursos continuam entrando, aos poucos, mas continuam", disse.

Na segunda-feira, dia 26 de fevereiro, véspera da queda do mercado acionário, que deflagrou a turbulência nos mercados globais, o dólar fechou a R$ 2,0840.

O BC realizou leilão de compra no segmento à vista com taxa de corte igual a R$ 2,0883. Entre as taxas conhecidas, a autoridade monetária nacional aceitou quatro propostas de quatro bancos, segundo informações do mercado. Sete instituições financeiras que participaram da operação, contudo, não divulgaram suas ofertas. A estimativa é de que o BC tenha comprado algo em torno de US$ 610 milhões.
 
 
Uol

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÊMICA
Vale Tudo: projeto libera casamento entre mães e filhos e revolta MS
100 VERBAS
Emissão de CPF e restituição do IR podem ser suspensas pela Receita
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
ACIDENTE TRÁGICO
Morte de três profissionais em acidente comove a cidade
100 TETO
Na busca por emprego, homem 'mora' em abrigo de papelão
PÂNICO NO ÔNIBUS
Atirador de Elite mata homem que fez reféns em ônibus
AGORA DEU MEDO
Velório é interrompido após morto 'apertar' mão da esposa
TRAGEDIA NA RODOVIA
Três pessoas morrem em acidente envolvendo carro e caminhão na BR-277
FATALIDADE
Jovem mulher morre ao levar choque usando o secador de cabelos
ABSURDO - BRASIL
Mulher mata o marido a facadas e leva pênis para a amante dentro de um copo