SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 23 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
16 de Agosto de 2004 10h11

Dólar abre manhã de hoje estável, cotado a R$ 3,021

 

O dólar comercial abriu estável nesta segunda-feira, cotado a R$ 3,018 na compra e R$ 3,021 na venda. No mercado futuro, para liquidação em setembro, a moeda apresentava queda de 0,06%, vendida a R$ 3,038. A reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) e a definição no STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a taxação dos inativos da Previdência serão destaques nesta semana.

O encontro dos técnicos do Banco Central para definir o rumo da taxa básica de juro, a Selic, começa amanhã e o resultado será conhecido na quarta-feira. O mercado trabalha com a expectativa de manutenção da Selic em 16% ao ano, apesar de o Copom ter prometido partir para uma postura "mais ativa" de juros se os preços continuassem subindo. A taxa é a mesma desde abril.

Também na quarta-feira deverá ocorrer a definição sobre a taxação dos inativos no STF. Se a Justiça decidir que a taxação é inconstitucional, o estresse será inevitável, de acordo com o mercado. O julgamento foi adiado meses atrás depois que o ministro Cezar Peluso pediu vistas do processo justamente quando o governo perdia por 2 votos a 1.

O preço do barril do petróleo e os índices de inflação continuarão sendo acompanhados de perto pelos investidores. Segundo pesquisa Focus, divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira, a expectativa do mercado para o IPCA, índice usado pelo governo como orientador das metas de inflação, caiu de 7,20% para 7,16% para este ano. Foi a primeira queda nas expectativas em 13 semanas. A projeção se manteve em 5,50% para 2005.

A segunda prévia do IPC (Índice de Preços ao Consumidor), da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) também sairá nesta semana. O coordenador do IPC, Paulo Picchetti, já reviu a sua previsão de inflação na cidade de São Paulo em agosto. Segundo ele, o IPC deve fechar este mês em 0,9%, com uma alta de 0,1 ponto percentual em relação à estimativa anterior. A maior preocupação é a alta no preço da gasolina.

Na última sexta-feira, o dólar comercial conseguiu resistir à alta do petróleo e terminou em queda pelo segundo dia consecutivo. A moeda americana fechou com redução de 0,46%, a R$ 3,019 na compra e R$ 3,021 na venda. Na mínima do dia, chegou a R$ 3,018, com desvalorização de 0,56% sobre o fechamento do dia anterior.


Globo On line

Comentários
Veja Também
LÉO_GÁS_300
FORTALEZA
MBO_SEGURANÇA_300
Últimas Notícias
  
Nossa_Lojas
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.