Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 20 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Distribuição de ambulâncias favorece prefeituras do PT

29 Jun 2004 - 17h29
A distribuição de ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) do governo federal favorece prefeituras petistas. Das seis cidades beneficiadas pelo programa até o próximo dia 3 de julho, prazo determinado pela legislação eleitoral para que prefeitos possam participar de eventos públicos dessa natureza, cinco são administradas pelo PT.

O Ministério da Saúde nega que haja favorecimento. Segundo o responsável pelo Samu, é "coincidência" a predominância de prefeituras petistas. Ele diz que o critério de escolha das cidades é técnico.

Segundo o ministério, os municípios que, até 3 de julho, terão recebido as ambulâncias são, além de Porto Alegre e São Paulo, que já receberam, Diadema (cinco veículos), Piracicaba (cinco), Ribeirão Preto (sete) e Marília (três), todas no interior de São Paulo.

Destas, a única que não é administrada pelo PT é Marília, cujo prefeito é do PMDB, partido aliado ao governo.

Ontem, foi a vez de Porto Alegre, capital administrada pelo PT há mais tempo (desde 1989), receber 16 ambulâncias novas. No último dia 23, onde a reeleição de Marta Suplicy é considerada prioritária pelos petistas, São Paulo recebeu 52 veículos.

Coincidência

Segundo o diretor do Departamento de Atenção Especial do Ministério da Saúde, Arthur Chioro, a quem está subordinado o Samu, o fato de cinco das seis prefeituras que receberão as ambulâncias do Samu neste período serem administradas pelo PT é "coincidência".

"O critério utilizado para escolher as cidades é claro: quem já tinha Samu organizado recebe primeiro", afirmou. Ao listar as cidades que receberão as ambulâncias, no entanto, Chioro admite que, em muitas, a criação do serviço é recente.

A concentração em municípios paulistas, segundo Chioro, acontece porque os veículos estavam em São Bernardo do Campo --eles foram fabricados por uma montadora que fica na cidade.

Segundo ele, além das seis cidades citadas inicialmente pelo ministério, João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba, também receberão ambulâncias nesta semana, e Curitiba teria desmarcado a cerimônia por iniciativa da própria prefeitura.

Curitiba é administrada pelo PFL, e Campina Grande pelo PT. Na Secretaria de Saúde de João Pessoa, cujo prefeito é do PSDB, não há qualquer informação sobre o recebimento de ambulâncias nesta semana.

Chioro afirmou ainda que o ministério dispõe, para este ano, de 1.480 ambulâncias, e, até agora, recebeu pedidos no total de 1.250 veículos. Com isso, ele acredita, será possível atender a toda a demanda nacional.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Trágico acidente mata família que seguia para curtir as férias na praia
LUTO NA MÚSICA
Cantor sofre infarto, fã tenta reanimá-lo, mas ele morre no palco
MEDIDAS DRÁSTICAS
Morador que possuir foco de dengue em casa será multado na hora
ACIDENTE FATAL
Idosa de 79 anos morre após ser atropelada por motocicleta em MS
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Youtuber e peão de rodeio morrem após carro bater em carreta com toras
REALITY SHOW 2020
'BBB 20': conheça os participantes do programa; lista tem famosos da internet
FUJA DO PREJUIZO
Saiba como renegociar planos de celular, TV a cabo e internet
NOVA ANDRADINA - TURISMO
Ciclistas de Nova Andradina pedalam mais de 750 km para chegar ao litoral catarinense
FÉRIAS DOS FAMOSOS
De biquíni, filha de Glória Pires ostenta corpão em férias
CAMPO BELO RESORT - PACOTE ESQUENTA
Esquenta de Carnaval é no Campo Belo Resort, confira o pacote e faça sua reserva