Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Disque-denúncia Previdência já está disponível à populaçã

28 Jul 2004 - 15h15
 

O ministro da Previdência Social, Amir Lando, divulgou na semana passada o número do disque-denúncia da Previdência. A partir de agora, os cidadãos que tiverem suspeitas ou provas de fraudes praticadas contra a Previdência poderão ligar gratuitamente de um telefone fixo para o número 0800 7070 477.

"Nosso objetivo é dar absoluta transparência e chamar toda a sociedade para nos ajudar a fiscalizar", declarou o ministro. As denúncias vão ser encaminhadas à Ouvidoria da Previdência Social e à Corregedoria Geral do
INSS, que vai analisar e tomar as providências necessárias para acabar com a fraude, explicou Amir Lando.

Segundo ele, as denúncias menos consistentes serão arquivadas para investigação posterior, a partir das novas informações que forem sendo acrescentadas. "A Previdência deve ser enérgica para combater as fraudes e a
corrupção. Somos vigilantes e estaremos atentos", assegurou o ministro.

De acordo com Lando, o trabalho das Forças-Tarefas evitou, no primeiro trimestre deste ano, o pagamento de benefícios indevidos de R$ 4,25 milhões.

As fraudes envolviam R$ 43 milhões. Somente neste ano, foram abertos 992 inquéritos e emitidos 59 mandados de busca e apreensão, além de efetuar 10 prisões em flagrante e 27 prisões preventivas.

A criação de um número específico para o serviço de disque-denúncia vai permitir maior viabilidade e, conseqüentemente, mais participação da sociedade. Até então, as denúncias eram recebidas pelo PREVFone. "Agora, teremos maior eficiência e ofereceremos maior facilidade para que o cidadão possa fazer sua denúncia", declarou Amir Lando.

As fraudes mais comuns são o recebimento de benefícios de beneficiários falecidos, apresentação de documentação falsa aos servidores do INSS, além da atuação de quadrilhas por todo o país. Futuramente, disse o ministro, a identificação do segurado perante a Previdência será feita pelo CPF e, para isso, o Ministério fará parceria com a Secretaria de Receita Federal do Ministério do Fazenda.

O ministro Amir Lando fez ainda um apelo à sociedade. "Queremos que a população nos ajude. Não queremos trotes nem que o serviço seja usado como diversão. Queremos seriedade e, à medida do possível, riqueza nos detalhes das denúncias", pediu o ministro.


Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem que matou filho para defender a nora comete suicídio
INJUSTIÇA
Familiares prestam homenagem a laçador de cães que morreu após ser hostilizado
FORAGIDO
Mulher é morta a facadas pelo ex-marido, que não aceitava fim de relacionamento
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Valentina conta a Egídio que Gabriel é filho dele
CRUELDADE
Idosa de 106 anos é assassinada a pauladas no Maranhão
NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)