Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 20 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Dilma arrecada mais do que Serra e Marina juntos

3 Ago 2010 - 07h54Por Folha Online

Na primeira prestação de contas oficial da campanha, a candidata Dilma Rousseff (PT) informará hoje ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ter arrecadado mais do que a soma das doações recebidas pelos adversários José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV).

Segundo o comando da campanha petista, ela encerrou o primeiro mês da corrida presidencial com receita total de R$ 11,6 milhões.
Com menos de um terço das intenções de voto de Serra, Marina informará uma arrecadação maior que a do tucano. Ela vai declarar doações de R$ 4,65 milhões, enquanto Serra dirá ter recolhido R$ 3,7 milhões.

O total de R$ 19,95 milhões declarado pelos três candidatos corresponde a menos de 5% dos R$ 427 milhões que eles esperam arrecadar até outubro.

Os números serão informados oficialmente hoje e foram antecipados ontem à Folha pelas cúpulas dos partidos que lideram a disputa pela sucessão de Lula.

Nesta fase da campanha, os presidenciáveis não são obrigados a informar o nome dos doadores. A origem do dinheiro só precisa ser informada na prestação de contas final, a ser entregue até 30 dias após a eleição.

As três candidaturas vão informar mais receitas do que despesas. De acordo com o PT, Dilma já gastou R$ 10 milhões. O valor inclui R$ 58 mil devolvidos à Presidência pelo deslocamento de Lula para o primeiro comício da campanha, no Rio.

O partido promete reembolsar todos os gastos futuros com a participação do presidente no palanque de sua ex-chefe da Casa Civil.

As campanhas de Serra e Marina não anteciparam as despesas informadas ao TSE, mas disseram ter gasto valores próximos ao que foi arrecadado até o fim de julho.

"HORIZONTE PROMISSOR"

O presidente do comitê financeiro do PSDB, José Gregori, afirmou que a primeira prestação de contas não pode ser tomada como indício de penúria na campanha.

"Isto é apenas um prefácio, referente aos primeiros dias da campanha. Nosso horizonte é promissor", disse.

A arrecadação de Marina reflete o esforço comandado pelo ex-presidente do Citibank Alvaro de Souza, que tem batido às portas de grandes doadores, e investimento pessoal do candidato a vice-presidente Guilherme Leal.

Há uma semana, o banqueiro disse à Folha que Leal estava prestes a fazer uma segunda contribuição de R$ 1 milhão à campanha. O PV não informou se essa doação está incluída nos R$ 4,65 milhões declarados ao TSE.

Em agosto de 2006, os três candidatos com mais chances nas pesquisas declararam valores mais modestos na primeira prestação de contas oficial.

O comitê de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que concorria à reeleição, informou ter arrecadado R$ 3,65 milhões. Ele liderava a disputa com 47% das intenções de voto, segundo o Datafolha.
Geraldo Alckmin (PSDB), que tinha 24% das intenções de voto, declarou receita de R$ 1,32 milhão.

A terceira colocada na disputa, Heloísa Helena (PSOL), registrou doações de apenas R$ 266 mil. Ela somava 12% no Datafolha -dois pontos percentuais a mais do que Marina hoje.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso