Menu
SADER_FULL
terça, 17 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Dez professores são detidos em ato no Maranhão

18 Set 2004 - 09h32
A Polícia Militar deteve ontem dez professores da rede estadual de ensino do Maranhão, após um confronto ocorrido durante uma manifestação política da categoria em São Luís. Eles foram liberados ainda ontem, e fizeram exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal.

De acordo com a Folha de S. Paulo, entre 1,5 mil professores (segundo a polícia) e três mil (de acordo com a categoria) participaram do protesto, que terminou com um confronto com policiais do Batalhão de Missões Especiais da PM do Maranhão. A categoria decidiu ontem pela continuidade da greve que já dura 15 dias.

Além dos professores, foi preso o motorista do carro de som que era usado no protesto. Os professores disseram ter sido feridos no choque com policiais, que usaram cassetetes e gás lacrimogêneo. Já o comandante do batalhão, major José Frederico Gomes Pereira, disse que policiais sob o seu comando foram agredidos pelos grevistas.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

GRANA
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo é preso e humilha Roberval
FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade