Menu
SADER_FULL
terça, 19 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Detran bloqueia 1.800 carteiras de motorista por fraude

3 Set 2010 - 16h34Por Folha
O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) decidiu bloquear 1.800 carteiras de motoristas tiradas na cidade de Itapevi (Grande São Paulo) após suspeita de fraude. Os motoristas poderão responder pelo crime de falsidade ideológica.

Investigações apontaram que os suspeitos moram em outros Estados e teriam mentido o endereço para retirar a carteira de habilitação na cidade, segundo o "SPTV", da TV Globo. Muitos não assistam as aulas e a presença era justificada por digitais de silicone. A retirada do documento teria custado R$ 1.500.

Em entrevista ao jornal, o delegado Wilson Roberto Zampieri, responsável pelo caso, alertou sobre o perigo de esses motoristas dirigirem. "É um risco. Eles não conhecem sinalização, placas. Nem dirigir sabem."

Quatro funcionários de uma autoescola de Itapevi já foram presos por envolvimento na fraude, que pode ter contado com a participação de funcionários do Ciretran da cidade. Os motoristas que tiveram a carteira de motorista bloqueada serão informados sobre o bloqueio quando forem renovar o documento ou quando pedirem a transferência para os Estados em que moram.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário