Menu
SADER_FULL
sábado, 26 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Desarmamento teria gerado produção caseira de arma

27 Jul 2004 - 13h52
A Superintendência da Polícia Federal recebeu informações, na semana passada, de que serralheiros estariam fabricando armas caseiras para receber indenização da campanha de desarmamento do governo federal. Segundo o jornal Agora, uma arma calibre 12 e outra calibre 32, que aparentam já terem sido usadas, foram recebidas pelo governo e trocadas por dinheiro.

O delegado da Polícia Federal, Antônio Wagner Castilho, explica que os sistemas rústicos podem funcionar. "A lei do Estatuto do Desarmamento não diz em que estado de conservação a arma tem de estar para que o seu dono seja indenizado", diz. Assim, a campanha tem recebido todo tipo de arma.

A arma de calibre 12, que se assemelha fisicamente a um fuzil, foi fabricada com materiais como parafusos, madeira, cano de ferro e fita isolante. A calibre 32 artesanal recebida pela polícia não tem mais poder de detonação. A arma foi confeccionada em madeira e ferro.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta transa com Ícaro e fica encantada
FÁTIMA DO SUL - FOTO DO DIA
FOTO DO DIA: Carreata dos caminhoneiros vista de cima em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - GREVE JÁ PREOCUPA
Situação já preocupa o setor alimentício 'Acendemos a luz vermelha', diz empresário em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - BUZINAÇO NA AVENIDA
Ao som do Hino Nacional, população e caminhoneiros fazem 'buzinaço' em Fátima do Sul
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
FÁTIMA DO SUL - CARREATA DOS CAMINHONEIROS
Caminhoneiros preparam carreata e conclamam o comércio para que fechem as portas em Fátima do Sul
COPA DO MUNDO
Dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo não serão feriado
FÁTIMA DO SUL - PROTESTOS CONTINUAM
Bloqueios continuam e caminhoneiros convocam população para 'Parar Fátima do Sul'
VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível
TRABALHO ESCRAVO
Ministério do Trabalho resgata 15 trabalhadores de situação degradante