Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Deputados federais gastaram R$ 379 mil com indenizatórias

8 Jun 2007 - 09h46
Os oito deputados federais de Mato grosso do Sul gastaram ao todo em 2007 R$ 379,4 mil em verbas indenizatórias. Quem mais utilizou da verba indenizatória foi o deputado Waldemir Moka (PMDB), totalizando R$ 74.903,05, seguido pelo deputado Geraldo Resende (PPS) com despesas de R$ 69.561. Em terceiro vem o deputado Nelson Trad (PMDB), com R$ 61.335,07. O deputado Dagoberto Nogueira (PDT) vem em seguida com gastos de R$ 58.554,76. Quem menos fez uso da verba indenizatória foi o deputado Antonio Cruz (PP), com R$ 40.032,45 , seguido pelo deputado Antônio Carlos Biffi (PT), que gastou R$ 46.929, 62. Depois vem o deputado Waldir Neves (PSDB), com R$ 48.983,89. O deputado Vander Loubet (PT), com gastou R$ 49.682,37.

Nesta semana a juíza Mônica Sifuentes Medeiros determinou em primeira instância a suspensão da verba indenizatória paga à deputados federais e senadores, acatando, parcialmente, ação popular do ex-deputado federal João Orlando Duarte da Cunha. Na ação, Cunha defende que o benefício pago aos parlamentares fere a Emenda Constitucional 19, de 1998. A emenda estabeleceu que "os detentores de mandato eletivo, ministros de Estado, secretários estaduais e municipais, serão remunerados exclusivamente por subsídio fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verbas de representação ou outra espécie remuneratória". O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, informou na quarta-feira que a Câmara e o Senado vão recorrer da decisão judicial. Chinaglia ressaltou que a legalidade dessa verba, instituída em 2001, nunca tinha sido questionada antes.
 
 
 

MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação