Menu
SADER_FULL
segunda, 18 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Deputados de MS gastam R$ 57,758 mil em verba indenizatória

5 Abr 2007 - 09h40
Os deputados federais de Mato Grosso do Sul gastaram R$ 57,758 em verba indenizatória em março deste ano. O valor está abaixo dos R$ 83,457 mil gastos em março, mas ainda não reflete a realidade, já que nem todos os parlamentares ainda declararam os índices.

A verba indenizatória refere-se a recursos que os parlamentares têm para manutenção dos gabinetes e compreende valor total de R$ 15 mil, um direito adquirido desde 2001. A prestação de contas é feita à Secretaria da Câmara, para os eventuais reembolsos.


Além da verba indenizatória, os deputados tem ainda a verba de gabinete, em R$ 50,8 mil; a cota postal e telefônica, de R$ 4,2 mil e o auxílio moradia de R$ 3 mil. O total a ser pago a cada deputado varia conforme o número de dias de mandato cumprido. O saldo da verba não utilizada em um determinado mês acumula-se para o mês seguinte, dentro de cada semestre.

Conforme a Câmara dos Deputados, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), por enquanto, apresentou o maior gasto em verba indenizatória, R$ 13,718 mil, referente a aluguel de imóvel, combustível e locomoção, último item em que foram consumidos R$ 8,3 mil.

Os deputados Waldemir Moka (PMDB) e Waldir Neves (PSDB) tiveram gastos semelhantes, R$ 11,912 e R$ 11,848 mil, respectivamente. Moka apresentou gastos com locomoção e hospedagem (R$ 8,5 mil), consultoria (R$ 1,4 mil), aquisição de software e equipamentos (R$ 1,9 mil) e valores menores com R$ 112,24 com aluguel.

O deputado Waldir Neves apresentou gastos relacionados à verba indenizatória de R$ 6,530 mil em locomoção e hospedagem, combustível (R$ 1,419 mil) e aquisição de material (R$ 398,07).

No caso do deputado Antônio Carlos Biffi (PT) o valor foi de R$ 2,230 mil, referente a aluguel de imóveis (R$ 258,44) e combustivel (R$ 1,971 mil). Antônio Cruz apresentou desembolso de R$ 8,2 mil com combustível e locomoção e Geraldo Rezende, R$ 9,850 mil com aquisição de material, combustível e consultorias. Os deputados Nelson Trad (PMDB) e Vander Loubet (PT) ainda não apresentaram gastos de verba indenizatória. Os dados estão disponíveis no site da Câmara dos Deputados, no link "transparências". 

 

 

 

Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo
FAKE NEWS
Padre Fábio de Melo desmente texto atribuído a ele sobre o ataque em Suzano
ATROPELAMENTO
Idoso é derrubado de bicicleta e atropelado por veículo – Imagens Fortes
PENA MÁXIMA
Pai, madrasta e outros dois réus são condenados pela morte do menino Bernardo
DOCUMENTO UNICO
CPF substitui a partir de hoje diversos documentos
SEM FILA E SEM ESTRESSE
#SemEstresse: sofre com o mal de ficar horas nas filas lotéricas? Veja como se livrar delas
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Morre Avós e menino de quatro anos feridos em acidente