Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 19 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Deputados de MS gastam R$ 57,758 mil em verba indenizatória

5 Abr 2007 - 09h40
Os deputados federais de Mato Grosso do Sul gastaram R$ 57,758 em verba indenizatória em março deste ano. O valor está abaixo dos R$ 83,457 mil gastos em março, mas ainda não reflete a realidade, já que nem todos os parlamentares ainda declararam os índices.

A verba indenizatória refere-se a recursos que os parlamentares têm para manutenção dos gabinetes e compreende valor total de R$ 15 mil, um direito adquirido desde 2001. A prestação de contas é feita à Secretaria da Câmara, para os eventuais reembolsos.


Além da verba indenizatória, os deputados tem ainda a verba de gabinete, em R$ 50,8 mil; a cota postal e telefônica, de R$ 4,2 mil e o auxílio moradia de R$ 3 mil. O total a ser pago a cada deputado varia conforme o número de dias de mandato cumprido. O saldo da verba não utilizada em um determinado mês acumula-se para o mês seguinte, dentro de cada semestre.

Conforme a Câmara dos Deputados, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), por enquanto, apresentou o maior gasto em verba indenizatória, R$ 13,718 mil, referente a aluguel de imóvel, combustível e locomoção, último item em que foram consumidos R$ 8,3 mil.

Os deputados Waldemir Moka (PMDB) e Waldir Neves (PSDB) tiveram gastos semelhantes, R$ 11,912 e R$ 11,848 mil, respectivamente. Moka apresentou gastos com locomoção e hospedagem (R$ 8,5 mil), consultoria (R$ 1,4 mil), aquisição de software e equipamentos (R$ 1,9 mil) e valores menores com R$ 112,24 com aluguel.

O deputado Waldir Neves apresentou gastos relacionados à verba indenizatória de R$ 6,530 mil em locomoção e hospedagem, combustível (R$ 1,419 mil) e aquisição de material (R$ 398,07).

No caso do deputado Antônio Carlos Biffi (PT) o valor foi de R$ 2,230 mil, referente a aluguel de imóveis (R$ 258,44) e combustivel (R$ 1,971 mil). Antônio Cruz apresentou desembolso de R$ 8,2 mil com combustível e locomoção e Geraldo Rezende, R$ 9,850 mil com aquisição de material, combustível e consultorias. Os deputados Nelson Trad (PMDB) e Vander Loubet (PT) ainda não apresentaram gastos de verba indenizatória. Os dados estão disponíveis no site da Câmara dos Deputados, no link "transparências". 

 

 

 

Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo