Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Deodápolis celebra parceria com o Instituto Padre Réus

24 Ago 2004 - 07h58

A Prefeitura de Deodápolis, através da secretaria de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, celebrou parceria junto ao IPR (Instituto Padre Réus) de Santa Cruz do Sul – RS, com a finalidade de dar oportunidades aos jovens que trabalham na zona rural do município, no sentido de oferecer-lhes a oportunidade de estudarem em seus próprios lares.

O convênio assinado entre o Município de Deodápolis e o Instituto Educacional a Distância Padre Réus tem por objetivo, oferecer condições para que os jovens e filhos de produtores rurais tenham condições de se aperfeiçoarem no Curso Profissionalizante de Técnicas Agropecuárias. São vinte alunos que estão se dedicando ao referido curso. Jorge Cervi, gerente comercial do Instituto Padre Réus afirma que, “para nós é motivo de orgulho podermos auxiliar tão expressivo continente de pessoas, na conquista de novo patamar, com novo dimensionamento de vida”, disse o Gerente Comercial do IPR.

 

Parceria

Os vinte Cursos de Técnicas em Agropecuárias que já estão sendo aplicados no município tem um custo de R$ 129,00 para cada aluno. O valor integral dos cursos é R$ 2.580,00, sendo que a Prefeitura de Deodápolis arca com 50% deste montante, R$ 1.290,00, e o restante é repassado pelo Instituo Educacional de Ensino a Distância – Padre Réus. Evandro Sérgio de Souza Gonçales, diretor do departamento de Pecuária da secretaria municipal de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, afirma que, “esses cursos que estão sendo administrados no município, tem por finalidade instruir ainda mais os nossos jovens trabalhadores rurais”, disse Evandro, afirmando ainda que, “são vinte alunos que estão adquirindo conhecimentos imprescindíveis em Técnicas Agropecuárias, e com certeza se utilizarão desses conhecimentos em suas respectivas propriedades rurais”. Esta parceria firmada entre o Município de Deodápolis e o Instituto Padre Réus foi uma luta incansável do próprio Evandro Sérgio, que finalmente, conseguiu a viabilização do curso para ser ministrado no município. Por outro lado, Nelson Valério de Matos, um dos 20 alunos que está freqüentando o curso disse que, “este projeto chegou em um momento extremamente oportuno, nós estávamos precisando de um curso que pudesse transmitir esses conhecimentos, pois sabemos da real necessidade de aprendermos um pouco mais sobre tudo aquilo que lidamos no cotidiano campestre”, esclarece Valério.

 

Material de Trabalho

Todos os alunos receberam um kit de materiais contendo dez apostilas cada, um manual que ensina como aproveitar tudo aquilo que produzir, além de camisetas e bonés. Cada apostila trata de um assunto específico, tais como, Lavouras, Hortas, Suínos, Ovinos, Bovinos, Abelhas, Peixes, Minhocas, Rãs, além de outros assuntos pertinentes ao Curso de Técnicas Agropecuárias. O secretário municipal de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Carlos Antônio da Silva, afirma, “este Curso de Técnicas Agropecuárias visa melhorar a transferência do conhecimento tecnológico na área rural e ao mesmo tempo, proporcionar aos jovens rurais, meios de melhor aproveitarem as potencialidades em suas propriedades”, disse o secretário, esclarecendo ainda que, “é necessário dar esta chance aos jovens rurais para que eles possam desenvolver um trabalho condizente com a realidade e as necessidades existentes hoje no campo, evitando também o despovoamento no campo, o chamado êxodo rural”, relata o secretário.

 

Durabilidade e Metodologia Aplicada

Conforme esclarecimentos do diretor de pecuária do município, o técnico em agropecuária, Evandro Sérgio, os alunos estudam em suas próprias casas utilizando as apostilas e todas as terças-feiras eles participam de reunião no escritório do Viveiro Municipal, onde são levadas todas as dúvidas para serem dirimidas.

O curso de Técnicas Agropecuárias deverá ter o encerramento no final deste ano, momento em que os participantes receberão o certificado de participação no curso, porém, os alunos terão que passar por três provas de avaliações.As provas serão ministradas através dos funcionários da secretaria municipal de Agricultura e Pecuária e serão avaliadas pelos professores do Instituto Padre Réus, que vão determinar com precisão o grau de aproveitamento por parte dos alunos que estão freqüentando o curso, se devem ou não receber o Certificado de Qualificação, lembrando que o Instituto Padre Réus visa transformar pessoas em profissionais qualificados. Colaboração de Demerval Nogueira.

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos