Menu
SADER_FULL
terça, 23 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Deodápolis busca recursos para funcionamento de hospital

4 Abr 2007 - 06h00

O prefeito de Deodápolis, Manoel José Martins (PSDB), esteve ontem, acompanhado do deputado estadual Londres Machado e vereadores do município, em audiência com o governador do Estado André Puccinelli. Na ocasião, Manezinho reivindicou recursos para conserto de equipamentos para o Hospital Municipal Cristo Rei, que se encontra em reforma. Conforme o prefeito, o hospital deve ser reinaugurado em breve, “porém, necessita da recuperação de aparelhos, como o de raio X e ultrasonografia”.

 
O prefeito falou sobre a atual situação do hospital, que desde o final do ano passado, passa por uma reforma integral, envolvendo readequação e ampliação de novos setores. Manezinho relatou a Puccinelli que, no final de 2006, assinou um convênio com o Estado, no valor de R$ 123.778,45, a ser pago em três parcelas, através de intervenção do deputado Londres Machado.

 
Com estes recursos, segundo o prefeito, foram reiniciadas as obras na instituição, paralisadas por falta de recursos. O hospital, por determinação da Vigilância Sanitária, estava com o centro cirúrgico e a sala de partos interditados, devido à falta de infra-estrutura. Com outras várias alas interditadas e em fase de reforma, o Cristo Rei foi parcialmente demolido, desde novembro de 2004. “Hoje, praticamente, estamos entregando esta obra à comunidade, totalmente reformada e readequada”, argumentou Manezinho, “porém, ainda precisamos reformar alguns aparelhos e, mesmo, reequipar alguns setores, o que nos leva solicitar ajuda ao governo do Estado”.


Puccinelli se comprometeu de estudar o pedido, juntamente com a secretária de Estado de Saúde, Beatriz Dobashi e, posteriormente, responder às reivindicações.
CRISTO REI, construído com recursos próprios do município, em 1992, o Hospital Municipal Cristo Rei, por exigência do Centro de Vigilância Sanitária/Ambiental em Saúde de Mato Grosso do Sul, estava interditado, desde novembro de 2004. A reforma engloba adequações do centro cirúrgico, da ala da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), da cozinha central, sanitários, cobertura e troca do piso.

 
Os recursos, primeiramente, provinham da Saúde do Estado, com contrapartida do município. Do convênio anterior, no valor de R$ 361.629,71, foram liberados apenas R$ 60 mil, o que ocasionou a paralisação das obras. Com a intervenção de Londres Machado, o município passou a ser beneficiado com novos recursos, o que ocasionou o término das obras. “A intervenção do deputado devolveu a expectativa de reerguemos nossa unidade maior de saúde, responsável por mais de 80% dos atendimentos à população local”, concluiu o prefeito.

 
Ainda, durante a audiência, Manezinho formulou convite ao governador para participar da programação da Expoad (Exposição Agropecuária e Industrial de Deodápolis), que será realizada de 10 a 13 de maio, dentro das comemorações dos 33 anos de emancipação político-administrativa do município.


Também participaram da audiência o vice-prefeito Paulo Roberto de Oliveira Paz (DEM); o chefe de Gabinete de Deodápolis, Carlos Prieto; o presidente da Câmara Municipal, Valmir de Lima Manoel (DEM); e os vereadores Cícero Alexandre da Silva (PR), Maria Alves de Assis de Souza (DEM) e Francisco Eusébio de Oliveira (PDT).
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIENCIA
A estranha imagem 'que se move' e intriga a internet
DOURADOS - UNIPAR EAD
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
ASSALTO A ONIBUS
Bandidos fortemente armados roubam três ônibus de turismo na BR-116
ACIDENTE FATAL
Mulher morre após colidir e capotar carro; veja vídeo
EMBRIAGADO
Condutor bêbado atropela duas crianças na calçada; menina de 7 anos morreu
NOVELA GLOBAL
'Minha mãe me usou, me prostituiu', lamenta Karola em 'Segundo sol'
SERÁ?
Bolsonora se assume candidato a ditador e oferece aos opositores a cadeia ou o exílio
DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos