Menu
SADER_FULL
segunda, 16 de setembro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Deodápolis busca recursos para funcionamento de hospital

4 Abr 2007 - 06h00

O prefeito de Deodápolis, Manoel José Martins (PSDB), esteve ontem, acompanhado do deputado estadual Londres Machado e vereadores do município, em audiência com o governador do Estado André Puccinelli. Na ocasião, Manezinho reivindicou recursos para conserto de equipamentos para o Hospital Municipal Cristo Rei, que se encontra em reforma. Conforme o prefeito, o hospital deve ser reinaugurado em breve, “porém, necessita da recuperação de aparelhos, como o de raio X e ultrasonografia”.

 
O prefeito falou sobre a atual situação do hospital, que desde o final do ano passado, passa por uma reforma integral, envolvendo readequação e ampliação de novos setores. Manezinho relatou a Puccinelli que, no final de 2006, assinou um convênio com o Estado, no valor de R$ 123.778,45, a ser pago em três parcelas, através de intervenção do deputado Londres Machado.

 
Com estes recursos, segundo o prefeito, foram reiniciadas as obras na instituição, paralisadas por falta de recursos. O hospital, por determinação da Vigilância Sanitária, estava com o centro cirúrgico e a sala de partos interditados, devido à falta de infra-estrutura. Com outras várias alas interditadas e em fase de reforma, o Cristo Rei foi parcialmente demolido, desde novembro de 2004. “Hoje, praticamente, estamos entregando esta obra à comunidade, totalmente reformada e readequada”, argumentou Manezinho, “porém, ainda precisamos reformar alguns aparelhos e, mesmo, reequipar alguns setores, o que nos leva solicitar ajuda ao governo do Estado”.


Puccinelli se comprometeu de estudar o pedido, juntamente com a secretária de Estado de Saúde, Beatriz Dobashi e, posteriormente, responder às reivindicações.
CRISTO REI, construído com recursos próprios do município, em 1992, o Hospital Municipal Cristo Rei, por exigência do Centro de Vigilância Sanitária/Ambiental em Saúde de Mato Grosso do Sul, estava interditado, desde novembro de 2004. A reforma engloba adequações do centro cirúrgico, da ala da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), da cozinha central, sanitários, cobertura e troca do piso.

 
Os recursos, primeiramente, provinham da Saúde do Estado, com contrapartida do município. Do convênio anterior, no valor de R$ 361.629,71, foram liberados apenas R$ 60 mil, o que ocasionou a paralisação das obras. Com a intervenção de Londres Machado, o município passou a ser beneficiado com novos recursos, o que ocasionou o término das obras. “A intervenção do deputado devolveu a expectativa de reerguemos nossa unidade maior de saúde, responsável por mais de 80% dos atendimentos à população local”, concluiu o prefeito.

 
Ainda, durante a audiência, Manezinho formulou convite ao governador para participar da programação da Expoad (Exposição Agropecuária e Industrial de Deodápolis), que será realizada de 10 a 13 de maio, dentro das comemorações dos 33 anos de emancipação político-administrativa do município.


Também participaram da audiência o vice-prefeito Paulo Roberto de Oliveira Paz (DEM); o chefe de Gabinete de Deodápolis, Carlos Prieto; o presidente da Câmara Municipal, Valmir de Lima Manoel (DEM); e os vereadores Cícero Alexandre da Silva (PR), Maria Alves de Assis de Souza (DEM) e Francisco Eusébio de Oliveira (PDT).
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles