Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Delegacia Virtual agiliza atendimento da Polícia Civil

8 Ago 2007 - 05h44
Todos os dias da semana, 24 horas por dia. O trabalho da Delegacia Virtual, ligada à Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, cumpre papel importante nas investigações e abre caminho para uma nova tendência do mundo moderno: o suporte de ações no plano virtual.
 
Com uma média de 50 atendimentos por dia, a delegacia agiliza e desafoga o trabalho policial, além de facilitar o acesso da comunidade aos serviços da Polícia Civil. No site da Delegacia Virtual é possível fazer denúncias (sem identificação), Boletins de Ocorrência de extravios e furtos simples, registro de desaparecimentos e a consulta a inquéritos. “O nosso trabalho ajuda a descongestionar o atendimento nas delegacias do Estado e oferece comodidade para quem acessa os serviços da Polícia Civil. Mas é importante frisar que além de gratuito, este é um serviço opcional”, destaca Michel Weiler Neves, investigador de Polícia Judiciária.
 
Segundo o investigador, a Delegacia Virtual também presta suporte às demais organizações da Polícia Civil em investigações de crimes em ambientes virtuais. “Alguns dos crimes cometidos no dia-a-dia também são cometidos no mundo virtual. A diferença é o meio. Por isso é importante a especialização neste ambiente, ajudando nas investigações e levando segurança à comunidade”, afirma.
 
O apoio da população também é importante. De acordo com Michel Weiler, através das denúncias a delegacia pode se organizar melhor e agilizar investigações de todos os tipos de crime “É importante haver denúncias tanto dos crimes de Internet quanto das ações do cotidiano. Trabalhamos sempre conectados com todas as delegacias do Estado. Qualquer denúncia ou queixa será imediatamente investigada”, garante.
 
Mesmo com o suporte da Delegacia Virtual, é necessária cautela no acesso à Internet. Se proteger no mundo virtual é importante para evitar transtornos maiores. A maioria dos golpes e das ciladas pode ser evitada se o usuário estiver atento. De acordo com o investigador, o primeiro passo é evitar exposição pessoal demasiada. “Muita informação pessoal é prato cheio para golpistas”, alerta.
 
A instalação de programas antivírus também é importante. “Muita gente pensa que basta instalar um antivírus para estar protegido, mas não é bem assim. É necessário atualizá-lo regularmente, pois o antivírus não saberá da existência de vírus novos. Além disso, é importante a utilização de um programa anti-spyware com freqüência para remover arquivos maliciosos de seu computador”, lembra o investigador. 
 
“A prevenção é a arma mais eficaz. É necessário que os pais acompanhem o acesso de seus filhos à Internet, não permitindo a troca de informações e arquivos pessoais. E também ficar de olho nos e-mails com links, arquivos ou remetentes suspeitos. Na dúvida, é melhor não abrir”, informa Michel Weiler.
 
 

Serviço
 
 

A Delegacia Virtual atende à população 24 horas por dia recebendo denúncias atendendo à população e auxiliando com informações sobre as ações da Polícia Civil. O site da Delegacia é www.pc.ms.gov.br/dv. Também é possível contato pelo telefone 3318-7981.
 
 
 
AL / MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares