Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Delcídio diz que pesquisas refletem trabalho em favor de MS

4 Ago 2010 - 17h19Por Fátima News

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) acredita que o bom desempenho da candidatura dele nas pesquisas de opinião divulgadas esta semana, nas quais lidera a disputa pelo Senado em Mato Grosso do Sul com quase o dobro das intenções de voto do segundo colocado, refletem o trabalho desenvolvido desde que tomou posse, em 2003. A pesquisa do IBOPE, contratada pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, apontou Delcídio com a preferência de 59% dos eleitores e a do IPEMS revelou um índice ainda maior: 60,73 %.

 

 

“Ao longo dos últimos oito anos visitei pelo menos duas vezes todos os 78 municípios do estado, conversando com prefeitos, vereadores, líderes comunitários e o povo em geral, para saber quais as necessidades de cada comunidade. Em algumas cidades estive mais de uma dezena de vezes, ouvindo as reivindicações, debatendo projetos e, acima de tudo, conversando com as pessoas. Tive o prazer de estar em cidades que nunca tinham recebido a visita de um senador”, revelou Delcídio.

 

 

Esse modo de agir e a articulação com o governo federal e a iniciativa privada fizeram de Delcídio um dos parlamentares que mais trouxe recursos para Mato Grosso do Sul desde a criação do estado, em 1977.

 

 

“Tenho um mandato presente, durante o qual viabilizei aproximadamente R$ 1 bilhão e 450 milhões em investimentos para todas as regiões, com a pavimentação de estradas, ruas e avenidas, drenagem, saneamento, reforma e ampliação de escolas, cobertura de quadras esportivas, construção de creches, centros de convenções, pavilhões de eventos, rodoviárias, implantação de energia, enfim, obras que estão gerando empregos e melhorando a qualidade de vida da população. Para tudo isso, o apoio do governo do presidente Lula foi fundamental”, explica.

 

 

O senador diz que a liderança nas pesquisas serve de incentivo para que ele trabalhe cada vez mais por Mato Grosso do Sul.

 

 

“A partir da semana que vem, tão logo receba o sinal verde dos médicos que me acompanham desde que contraí dengue,  vou botar o bloco na rua e percorrer,  de novo,  todas as regiões do estado. Vou prestar contas do que fiz e, é claro, pedir votos. Se o eleitor entender que  mereço permanecer no Senado,  garanto que vou ter um segundo mandato ainda mais atuante, honrando com os compromissos assumidos com a população e defendendo os interesses de Mato Grosso do Sul  no Congresso Nacional. E a partir do ano que vem, com o apoio dos meus dois suplentes, o professor Pedro Chaves e a professora Zonir Tetila, dedicarei atenção especial para projetos nas áreas de saúde, educação e qualificação de mão-de-obra, porque o estado precisa muito de profissionais bem formados e capacitados, para fazer frente aos investimentos privados que estão vindo pra cá , gerando mais oportunidades de trabalho para a nossa gente”, antecipa Delcídio.

 

 

A pesquisa do IBOPE foi realizada entre os dias 28 e 31 de julho com 1.204 eleitores de todas as regiões de Mato Grosso do Sul.  Ela tem margem de erro de 3 % e está registrada no TRE sob o número 26041/2010. Já a pesquisa do IPEMS, protocolada com o número 26.551/2010 e margem de erro de 2,53%, foi feita entre os dias 26 de julho e 2 de agosto com 1.500 eleitores nos municípios mais populosos do estado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat