Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Delcídio diz que crise do setor aéreo passou do limite

20 Jul 2007 - 09h53

É hora de pôr o dedo na ferida e tomar decisões duras. A situação é grave e o momento é de buscar soluções que já deveriam ter sido tomadas há  muito tempo,  para que o problema não chegasse ao ponto em que chegou, com um  acidente aéreo atrás do outro e numa escala cada vez mais grave. Chega de  empurrar com a barriga. Definitivamente, não dá mais. Isso já passou do  limite.

A afirmação, em tom indignado, é do senador Delcídio do Amaral (PT/MS), em entrevista concedida nesta quinta-feira ao programa Noticidade, da rádio FM Cidade, de Campo Grande. O parlamentar, que foi o relator, no Senado, do projeto-de-lei que criou a Agencia Nacional de Aviação Civil-ANAC, cobrou investimentos na segurança do transporte aéreo e na infra-estrutura aeroportuária.

Em dezembro do ano passado eu, mesmo sendo um senador do PT,  fiz um discurso no Senado com duras críticas à maneira como o  problema vinha sendo administrado. Lamentavelmente, cheguei a prever que poderiam ocorrer acidentes.  Ainda não dá para fazer um juízo sobre quem é o responsável pela tragédia da última terça-feira com o avião da TAM, mas esse acidente só reforça a necessidade de investimentos urgentes em setores como o controle do tráfego aéreo, a segurança dos vôos e das pistas dos aeroportos – lembrou Delcídio.

O senador disse que o setor aéreo precisa ser administrado e fiscalizado por quem é do ramo.Para  comandar um setor como esse não basta apenas ser uma pessoa idônea e respeitada. É fundamental ter conhecimento, autoridade técnica e competência na área para resolver todos os problemas que afligem a navegação aérea e a infra-estrutura aeroportuária, afimou.

Sobre a decisão do governo de colocar a Polícia Federal para investigar porque o Airbus passou direto pela pista e se chocou com um posto de gasolina e o prédio da TAM Express, Delcídio foi claro.

A Polícia Federal tem várias atribuições e as tem respondido com muita aplicação e competência.  O Brasil inteiro está colhendo os resultados, na medida em que ela desarticula quadrilhas, prende sonegadores, traficantes, contrabandistas e os mais diferentes tipos de criminosos.  Para vistoriar a qualidade técnica da pista do Aeroporto de Congonhas existem inúmeros centros de pesquisa na área de engenharia, todos altamente qualificados, que podem realizar essa tarefa muito melhor, sem sobrecarregar o trabalho da polícia – ponderou.

Delcídio reiterou que deputados e senadores permanecerão atentos às investigações. O Congresso Nacional não pode e não vai se omitir diante de uma situação grave como essa. Inclusive, já montou  uma comissão para investigar o acidente com o  avião da TAM .Vamos  cobrar atitudes urgentes do governo federal – revelou.
          

O senador defendeu a reformação completa do Aeroporto de Congonhas.  Hoje as pessoas estão com medo de passar por Congonhas e buscam outras alternativas para chegar aos seus destinos. Por tudo o que já ocorreu, acho que o uso desse aeroporto deve ficar restrito à aviação executiva,  com  aeronaves de pequeno porte – defende Delcídio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos