Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 20 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Delcídio defende o desenvolvimento sustentável de MS

6 Jul 2007 - 10h28

Responsável pela audiência pública para debater os efeitos do aquecimento global em Mato Grosso do Sul realizada nesta sexta-feira na Capital pela Comissão Mista Especial de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional, o senador Delcídio do Amaral (PT/MS) defendeu nesta manhã a busca medidas para a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável do Pantanal e demais regiões do Estado. "Nosso desafio é não só preservar e tornar essas regiões fontes sustentáveis de renda, com investimentos na educação ambiental, como também fiscalizar a utilização dos recursos naturais com o objetivo de construirmos uma estrutura sólida para o turismo", disse o senador.

Outra preocupação da Comissão Mista Especial de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional, de acordo com o Delcídio do Amaral, é a geração de energias alternativas que, além de preservar o meio ambiente, movimentarão o setor econômico do País. De acordo com ele, essa discussão não se refere apenas com a preocupação com o meio ambiente, pois o desenvolvimento dessa tecnologia também vai movimentar a economia do Estado que pode se tornar o maior produtor de cana-de-açúcar do País, além de já ser um grande produtor de bovino e grãos.

Também participam do encontro o governador André Puccinelli (PMDB), o presidente da Assembléia Legislativa, deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembléia Legislativa, deputado estadual Paulo Corrêa (PR), os deputados federais Eduardo Gomes (PSDB/TO), Augusto Carvalho (PPS/DF) e Rodrigo Rollemberg (PSB/DF) e o senador Renato Casagrande (PSB/ES). Os presentes discutirão com os técnicos locais a atual situação do Pantanal e as medidas necessárias a evitar que a elevação da temperatura, que ocorre em escala mundial, ponha em risco a sobrevivência dos diferentes ecossistemas presentes em Mato Grosso do Sul.

De acordo com o senador Delcídio, a comissão foi criada este ano para discutir as mudanças climáticas que afetam o planeta, principalmente em conseqüência da emissão de monóxido de carbono. “Ela trata não só do aquecimento global, mas também discute os vários ecossistemas brasileiros para estabelecer políticas e recomendações destinadas a preservar o meio ambiente”, disse.

Luciana Aguiar

Entre os palestrantes desta sexta-feira está a do pesquisador da UFRJ, Alexandre Davigo de Almeida, que falará sobre “Mudanças Climáticas - Visão Global e Nacional”, e a de Miguel Milano, representante da Fundação Avina, responsável por desenvolver o tema “Impactos das Mudanças Climáticas Sobre a Biodiversidade e a Sociedade”. Também será debatido os aspectos legais do desmatamento no Estado pelo promotor de Justiça Alexandre Raslam.

 

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS