Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Delcidio defende legislação que estimule a adoção

4 Jun 2010 - 15h27Por Fátima News com Assessoria

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) manifestou na noite desta quinta-feira, 3 de junho, apoio a Frente Parlamentar da Adoção, para arregimentar, no Congresso, um número cada vez maior de deputados e senadores comprometidos com a elaboração de leis que não só facilitem os processos de adoção, mas que também estimulem as pessoas a adotarem crianças que vivem em abrigos, sem o carinho e a proteção da família.

“Em novembro do ano passado entrou em vigor a Lei nº 12.010 que aprovamos no Congresso, com conquistas significativas para a adoção no Brasil, entre elas o estabelecimento do limite máximo de dois anos para que a criança permaneça em abrigos. Mas é preciso avançar mais. Criar, como a própria Lei prevê, no Art. 34, mecanismos que permitam ao poder publico estimular, por meio de assistência jurídica, incentivos fiscais e subsídios, o acolhimento de crianças ou adolescentes afastados do convívio familiar, desde que tomados os cuidados necessários a evitar que os adotados sofram com pais despreparados. Todo mundo sabe que nada substitui a família. Por melhor que seja a instituição e o trabalho imprescindível, abnegado e, e na maioria das vezes, voluntário de seus colaboradores, a criança precisa do carinho e da segurança transmitida pelos pais, da convivência com irmãos, avós, tios, primos e amigos, do contato direto e permanente com a comunidade, até para que ela entenda, desde cedo, como é viver em sociedade em um mundo cada vez mais competitivo e exigente”, afirmou o senador, durante o XV Encontro Nacional de Apoio a Adoção-ENAPA.

O evento é promovido pela Associação Brasileira dos Magistrados da Infância e da Juventude-ABRAMINJ, o Grupo de Apoio e Estudo a Adoção Vida e o Grupo de Apoio a Adoção Manjedoura, no Centro de Convenções Rubem Gil de Camillo, em Campo Grande. Ao todo, 950 juízes, defensores públicos, promotores de justiça, advogados, membros de grupos de apoio à adoção, dirigentes de ONGs, psicólogos, pedagogos, assistentes sociais e advogados de todo o país, discutem formas de evitar casos em que a criança adotada se torne vítima de pais despreparados. Eles também pretendem apontar soluções para diminuir o tempo de espera das crianças nos abrigos, sem correr o risco de que elas sofram com famílias que não estão preparadas para a adoção. O ENAPA avalia ainda aspectos do processo de adoção, suscitando uma reflexão de todas as partes envolvidas - família biológica, família adotiva, família pretendente à adoção, sistema judiciário, profissionais e agentes que atuam nos abrigos, instituições de ensino e órgãos responsáveis pelas políticas públicas de crianças e adolescentes que sonham com uma família.

Atualmente existem no país cerca de 100 Grupos de Apoio à Adoção. Em Mato Grosso do Sul são dois : o Grupo de Estudo e Apoio à Adoção Vida (GEAAV), fundado em Campo Grande em 2008, e o outro em Coxim, o Grupo de Apoio a Adoção Manjedoura-GAAM, que funciona desde 2002. Ambos investem na luta pela desinstitucionalização das crianças abrigadas.

“O trabalho dessas entidades é digno de elogios. Graças a atuação do GAAM, em Coxim ,hoje, praticamente, não existe nenhuma criança em abrigo aguardando adoção. Todas são encaminhadas a uma família. A experiência de Coxim serve de exemplo não só para Mato Grosso do Sul mas a todo Brasil”, afirma o senador. Delcídio participou do encontro a convite do presidente da ABRAMINJ, desembargador Joenildo de Souza Chaves.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação