Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 16 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Delcídio conversou com Aécio para fechar aliança com Azambuja em MS

13 Set 2013 - 13h20Por Mídia Max

O senador Delcídio do Amaral (PT) está empenhado em fechar a aliança com o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) em Mato Grosso do Sul. O partido encontra dificuldade por conta da disputa nacional entre Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB), que podem disputar a presidência. Porém, tanto Reinaldo quanto Delcídio já conversam para contornar o problema.

Delcídio se encontrou com o senador Aécio Neves em Brasília e falou da possibilidade de aliança entre os dois partidos em Mato Grosso do Sul. Segundo Azambuja, Aécio gostou da conversa e ficou de falar com ele pessoalmente, mas por problemas nas agendas, a reunião ficou para terça-feira (17).

Ainda de acordo com Azambuja, a impressão de Aécio foi a mesma de Delcídio, que também ficou animado com a reunião. “O Delcídio disse a mesma coisa: que o Aécio falou que sentaria comigo, assim como ele está sentando com as lideranças do PT”, confirmou.

Nesta sexta-feira (13), Azambuja e Delcídio chegaram juntos a Costa Rica, onde participaram de cerimônia de entrega de maquinas motoniveladoras do Governo Federal. Lá, Delcídio disse a imprensa local que está conversando com petistas e o diálogo está bem adiantado. Já Azambuja declarou que a tendência é caminhar junto com Delcídio, ressaltando que há um bom projeto do senador para Mato Grosso do Sul.

A dificuldade de entendimento entre PSDB e PT em Mato Grosso do Sul é maior por parte do PT, já que a eleição de Azambuja garante mais um opositor a presidente, caso seja reeleita. No PSDB o problema é menor, já que o partido ganhará um opositor em caso de fracasso de Aécio e um aliado, caso o senador vença a petista. Aécio também não terá problema com palanque, já que Delcídio e Azambuja farão dois, caso fechem aliança.

O evento também contou com a presença do governador André Puccinelli (PMDB) e da vice-governadora Simone Tebet (PMDB), ambos cotados para disputar o senado representando o PMDB. No evento, Puccinelli foi cobrado da presença de Nelsinho Trad e preferiu dizer que trouxe Simone, candidata dele ao Senado. (Com informações do site Hora da Notícia).

Deixe seu Comentário

Leia Também

MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
EQUIPARADO AO RACISMO
Agora Homofobia é crime, STF criminaliza
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos com depressão comete suicídio e choca cidade
REVOLTANTE
Filho é preso por ficar com aposentadoria e manter pais idosos morando em situação de miséria
BARBÁRIE
Nus e amarrados, corpos de três jovens são encontrados mortos em matagal
CAMPANHA DO AGASALHO
Escola Adventista se destaca na campanha do agasalho e leva prêmios