Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Delcídio condena reeleição, mas pede 5 anos para presidente

12 Mar 2007 - 16h30

O senador Delcídio Amaral (PT) defendeu, nesta manhã, em evento na Assembléia Legislativa, o fim da reeleição, a adoção do voto distrital e a permanência da cláusula de barreira. Ele também se disse favorável à adoção de cinco anos para presidente da República. Foi durante audiência que debateu a reforma política no País, promovida pelo deputado Amarildo Cruz (PT).

Delcídio disse que o Congresso Nacional aprovará a reforma política neste ano por questão de sobrevivência e para mudar a sua imagem perante a opinião pública. Ex-presidente da CPI dos Correios, o senador afirmou que o Congresso Nacional passou por episódios lamentáveis.

O senador do PT classificou a reeleição como a pior coisa que podiam ter feito ao País. Ele afirmou que os eleitos assumem o primerio mandato pensando em ganhar o segundo. E, quando são reeleitos, acabam realizando um governo pior do que o primeiro, no maioria dos casos. O parlamentar defendeu o mandato de cinco anos para presidente da República e o fim do atual sistema, que prevê pleitos a cada dois anos.

Delcídio lamentou o fim da cláusula de barreira pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Ele disse que a medida facilita a continuidade das siglas "absolutamente de aluguel".

O senador defendeu a adoção do voto distrital, de forma que a sociedade possa a cobrar os seus representantes. Falou que a modalidade de voto barateia o sistema político e se manifestou contrário ao voto em lista aberta, porque, na sua concepção, prevalece o poder dos caciques e da burocracia partidária. Citou ainda que, na maioria dos casos, os líderes políticos acabam entrando em conflito com os dirigentes do partido.

Delcídio disse ser "ardoroso defensor da reforma política" e avaliou que ela é importante para o Brasil". O senador elogiou a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT), que prometeu colocar a proposta em votação nos meses de abril e maio.

Com assessoria

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes