Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 18 de junho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Decretada prisão de suspeito de matar ex-mulher de Moka

3 Abr 2007 - 15h10
A justiça de Mato Grosso do Sul decretou a prisão preventiva do principal suspeito de ser o autor dos golpes de facas que mataram a bioquímica Ana Lúcia Mendes, 48 anos, assassinada na manhã de domingo. Trata-se do mestre de obras Jair Cantazine da Silva, ex- namorado da vítima.
A Polícia Civil está a procura dele desde a tarde do dia do crime. Conforme a polícia, Jair foi visto entrando na casa e depois arrancando com o veículo Gol de cor branca.
Testemunhas afirmam que ele também foi visto bebendo num bar, por volta das 9h. Ele figura como principal suspeito porque não aceitava a separação com Ana Lúcia. Segundo a polícia ele não foi encontrado após a morte da ex-namorada para prestar informações sobre o caso.
Ela foi atingida no rosto e no pescoço, nos lados direito e esquerdo. Foram cinco golpes que quase decapitaram a vítima.
Segundo o perito Jean Cleber Dourado, o crime deve ter acontecido entre 9h e 10h da manhã deste domingo. Ela foi morta no corredor 4, da Sitioca Alvorada, localizada na BR 163, via de acesso entre Dourados a Caarapó.
A advogada Virgínia Marta Magrini, que representava a bioquímica Ana Lúcia Mendes no acordo que estava sendo feito com o mestre de obra Jair Cantazini da Silva, contou ontem que sua cliente assinaria hoje um acordo com o ex-amásio. "Eles viveram juntos por sete anos e após a separação, há pouco mais de três meses, o Jair passou a exigir partilha dos bens", conta Virgínia.
O corpo de Ana Lúcia, ex-esposa do deputado Waldenir Moka, foi velado na capela Bom Jesus e sepultado na manhã desta segunda-feira por volta das 10h30 no cemitério de mesmo nome.

 

 

 


Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína