Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Cúpula do PDT avisa a André que partido será maior em 2008

6 Jul 2007 - 13h13

O presidente regional em exercício do PDT, deputado estadual Ary Rigo, garantiu nesta quinta-feira, que o partido será muito maior e mais forte até as eleições municipais do ano que vem.

Rigo aproveitou o encontro regional do partido ocorrido a noite na Câmara de Vereadores de Campo Grande, para mandar um recado direto ao governador André Puccinelli (PMDB), que tirou a prefeita de Nioaque, Ilca Domingos, dos quadros do PDT, e trabalha para minar as bases eleitorais de partidos aliados.

A principal atração do ato político promovido pela executiva regional foi o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (RJ), presidente nacional do PDT, que veio a Campo Grande acompanhado do secretário-geral do partido, Manoel Dias (SC), e da presidente nacional da Ação da Mulher Trabalhista, Miguelina Vecchio (RS).

“Meu caro presidente Lupi, meu governador André Puccinelli, quero dizer que o PDT a partir da eleição do ano que vem será muito maior do que é hoje”, disse Rigo, aproveitando a presença do peemedebista que prestigiou o ato político no qual o vereador Paulo Pedra assinou a ficha de filiação do partido.

Com a adesão de Pedra, o PDT passa a ter bancada na Câmara da Capital, já que o partido contava apenas com um único representante na Casa, o vereador Djalma Blans, que assumiu a vaga deixada por Jorge Martins, indicado pelo partido para a Secretaria de Administração da prefeitura. 

Também assinaram a ficha de filiação alguns vereadores do interior como Gilson Alves de Souza, presidente da Câmara de Selvíria; Nivaldo Niheuns, presidente da Câmara de Bodoquena, o suplente de deputado estadual Ângelo Guerreiro (Três Lagoas), Madalena Silva Souza (Sonora) e Rudnei Pereira dos Santos, vice-prefeito de Dois Irmãos do Buriti, além do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Franklin Rodrigues Masrua.

“Aqueles que assinaram ficha hoje, eu sempre digo quando participo de um ato de filiação de novos companheiros, a responsabilidade de quem já está dentro do PDT, a responsabilidade nossa que somos da executiva aumenta muito, porque se vocês assinaram aquela ficha é porque têm esperança de ajudar a contribuir com o desenvolvimento de nosso Brasil, do nosso Mato Grosso do Sul e dos municípios que cada um representa”, colocou Rigo, durante seu discurso.

Rigo disse aos novos companheiros que eles estão entrando num partido que tem comando nacional, uma executiva atuante, um diretório nacional atuante, que se reúne e discute, e tem um diretório estadual atuante, tem disciplina e comando.

“Isso é importante num partido, o nosso partido participou da eleição do governador André Puccinelli, estamos ajudando a governar o Estado e tenho certeza que vocês que estão se filiando ao PDT hoje acompanharão, ajudarão ao André realizar um grande governo, é esse o desejo do PDT”, acrescentou.

Rigo adiantou que o partido realizará as convenções municipais, por meio das comissões provisórias, até o dia 19 de agosto.

Participaram ainda do ato político os principais expoentes do partido no Estado, como o deputado federal Dagoberto Nogueira, os deputados estaduais Onevan de Matos, Antônio Braga e a maioria dos 16 prefeitos filiados ao partido, além de vereadores e lideranças do interior do Estado, que lotaram as galerias da Câmara.

O deputado federal Geraldo Resende (PPS) e os vereadores Vanderley Cabeludo (PMDB), Thais Helena (PT), Alex do PT, entre outras lideranças prestigiaram o evento.

Parceria – Ao fazer uso da palavra, André Puccinelli defendeu a manutenção da parceria com os pedetistas visando as próximas eleições e agradeceu ao ministro Carlos Lupi por ter prometido liberar verbas para investir na qualificação do trabalhador do Estado.

André falou das dificuldades para administrar o Estado e disse que o PDT tem sido um grande aliado dentro do governo.

“Vim a esta festa parabenizar o PDT pela sua capacidade administrativa de seus componentes que nos auxiliam no governo do Estado e venho parabenizar novos valores conquistados, em especial o meu Amigo (Paulo) Pedra, não é porque você deixou de ser peemedebista que eu não viria aqui, você continua meu amigo, continua um grande valor, e lhe digo, não o cedemos, o perdemos”, disse, ao arrancar risos da platéia.

Durante o evento foi notada a ausência do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), que recentemente teve de administrar uma crise diante das declarações feitas pelo deputado Dagoberto Nogueira, presidente municipal do PDT, de que era preferível disputar a prefeitura a se aliar ao PMDB em troca de "carguinhos" na administração.

 

Conjuntura Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS