SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 19 de Fevereiro de 2018
SADER_FULL
UNIPAR_468
16 de Julho de 2004 07h45

Cultura da cana-de-açúcar ganha espaço e força em MS

A cultura da cana-de-açúcar ganha espaço e força em Mato Grosso do Sul. Este é o período de safra. Nas usinas do norte do Estado o trabalho está a todo vapor. A produção na região aumentou 30% comparada a safra passada.

O corte da cana-de-açúcar começa de madrugada. Muitas pessoas vieram de longe atraídas pelo registro em carteira e salários que variam de R$ 380 por mês. É o caso do trabalhador rural José Gerlânio Soares.

O trabalhador rural Orlando José dos Santos também veio do nordeste, mas quer ir embora assim que a safra terminar. Enquanto isso, corta em média dez toneladas de cana por dia, quantidade acima da média dos outros trabalhadores.

Na lavoura, há trabalho o ano inteiro. Enquanto a cana está sendo colhida em uma parte da fazenda, recomeça o plantio para a próxima safra.

Na usina, o ritmo também é acelerado. Este ano, a fábrica deve moer 1 milhão e 50 mil de toneladas de cana, 30% a mais em comparação ao ano passado, 60% da produção destina-se a fabricação de álcool hidratado e anidro, usado como combustível, 65 milhões de litros devem ser produzidos nesta safra.

O restante da produção vira açúcar. A indústria produz 40 mil toneladas de açúcar cristal por o ano, ou 800 mil sacos de 50 quilos do produto.

Durante o processo de industrialização da cana-de-açúcar nada se perde. Enquanto o bagaço é usado para alimentar as caldeiras, as impurezas sólidas são usadas como fertilizantes na lavoura. O vinhoto, líquido com elevada concentração de nutrientes é usado na irrigação. Além da economia com a redução do adubo mineral, o sistema é ecologicamente correto.

Na região norte do Estado, o corte da cana de açúcar só termina em outubro. Em todo o Estado, a produção de cana-de-açúcar gera 16 mil empregos diretos e 64 mil indiretos. O setor proporciona uma arrecadação de ICMS de quase R$ 27 milhões por ano.

A previsão do Sindicato dos Produtores de Açúcar e Álcool do Estado é que, nesta safra, sejam produzidas oito milhões e seiscentas mil toneladas de cana-de-açúcar, em Mato Grosso do Sul. No período de entre safra, a usina, mostrada na reportagem, planta soja. Os recursos levantados com a venda do grão são reaplicados nas próximas safras de cana-de-açúcar.
 
 
TV Morena
Comentários
Veja Também
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
FÁBRICA_CALÇADOS
SADER_LATERAL
Últimas Notícias
  
LISTINHA_ONLINE
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.