MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 23 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
8 de Setembro de 2004 07h50

Cruzeiro estraga festa de aniversário do Palmeiras

No jogo que marcou as comemorações do aniversário de 90 anos do Palmeiras, o clube paulista recebeu um presente nada agradável. O time alviverde perdeu por 3 a 1 para o Cruzeiro, em pleno Parque Antarctica, e viu escapar a chance de chegar aos 51 pontos e se igualar a Santos e Atlético-PR, atuais líderes do Campeonato Brasileiro.

O Cruzeiro se recuperou da derrota vexatória para o Paraná por 4 a 1, no Mineirão, na última rodada. O time mineiro subiu para 41 pontos e volta a entrar na briga por uma vaga na Libertadores em 2005 e pelo título brasileiro.

Irritados com o resultado, os torcedores do Palmeiras chamaram o técnico Estevam Soares de burro e criticaram alguns jogadores, como Marcinho, Lúcio e Diego Souza.

O primeiro tempo foi fraco. Apesar de empurrado pela torcida, que compareceu em bom número ao Palestra Itália, o Palmeiras criou apenas três chances de gols.

O Cruzeiro, por sua vez, jogou retrancado em seu campo de defesa e tentou sair no contra-ataque quando pode. Foi ineficaz e Sérgio não fez uma única defesa em toda a primeira etapa. Nos últimos dois jogos o time levou oito gols e o técnico Marco Aurélio estava preocupado, por isso, optou pela retranca.

A primeira chance verde aconteceu no início, aos 5min. Baiano cobrou falta da intermediária e a bola passou rente a trave direita de Artur. No lance seguinte, Thiago Gentil escapou pela direita, entrou na área e chutou em cima do goleiro.

O Cruzeiro não chegou ao ataque, mas foi eficiente na defesa. Tanto que o Palmeiras só voltou a assustar Artur aos 30min, quando Osmar desperdiçou uma chance invrível.

Elson cruzou da direita e Osmar, livre na pequena área, cabeceou sobre o gol de Artur para desespero dos torcedores no Palestra.

No último lance do primeiro tempo, Thiago Gentil teve grande chance, mas Artur fez boa defesa e evitou o gol. Baiano cruzou da direita, Gentil pegou de primeira e o goleiro cruzeirense espalmou. No rebote, a defesa mineira tirou o perigo e segurou o empate na etapa inicial.

O segundo tempo começou semelhante ao primeiro, mas uma jogada individual de Osmar colocou o Palmeiras em vantagem e mudou o plano tático da partida.

Aos 10min, Elson cruzou da intermediária para a área, Bruno Quadros pulou e não fez o corte, Osmar dominou no peito e sem deixar a bola tocar no gramado tocou para o gol na saída de Artur.

A torcida do Palmeiras ainda comemorava o seu gol quando o Cruzeiro saiu para o ataque e empatou o jogo. Aos 14min, Fred fez boa jogada individual, passou por dois jogadores e abriu livre para Sandro tocar rasteiro, cruzado, na saída de Sérgio.

Dois minutos depois, o Cruzeiro virou o jogo. Sandro fez bom lançamento, Lúcio falhou no corte, Márcio avançou, entrou na área e soltou a bomba na saída de Sérgio colocando o time mineiro em vantagem.

Curiosamente, os dois gols marcados pelo Cruzeiro foram feitos por jogadores que estavam no banco e entraram no segundo tempo.

Em vantagem, o time mineiro passou a aproveitar com mais competência os contra-ataques e esteve perto do terceiro gol aos 23min. Sandro saiu em disparada, entrou na área e rolou para Fred chutar forte e Sérgio fazer boa defesa no canto esquerdo.

Gradativamente, o Palmeiras foi se recuperando e criou boa chance aos 28min. Baiano cruzou da direita, Nem cabeceou e Artur fez boa defesa no canto esquerdo.

No final da partida, em um rápido contra-ataque, o Cruzeiro selou a vitória. Sandro arrancou do seu campo, foi com a bola dominada até a entrada da área e rolou para o centro da área para Márcio tocar no canto esquerdo.

No domingo, o Palmeiras faz o clássico paulista contra o Santos, no Pacaembu. No sábado, o Cruzeiro encara o São Paulo, também no Pacaembu.

 

Terra Redação

Comentários
Veja Também
FÁBRICA_CALÇADOS
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Nossa_Lojas
Últimas Notícias
  
FORTALEZA
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.