Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Crime está organizado; poder público não, diz juiz

1 Set 2004 - 17h26
A criação de uma força tarefa com os poderes estaduais e federais seria a única maneira de combater o crime organizado no Brasil, declara o juiz federal, Odilon de Oliveira, responsável por várias condenações de traficantes em Mato Grosso do Sul.
Para o magistrado, os poderes precisam se unir e se organizar, assim como o crime já vem fazendo. A ressalva de Odilon é que a falta de entrosamento e desorganização nas esferas do poder público podem fazer com que a força tarefa não entre em ação efetiva.
“O crime é organizado e, para diminuir a ação no País, seria preciso a organização do poderes”, analisa o juiz.
Conforme Odilon, em Mato Grosso do Sul, a sonegação fiscal e a lavagem e dinheiro, por exemplo, são crimes comuns devido à facilidade encontrada pelos criminosos em pratica-los. No Estado, o volume de sonegação maior está em empresas frigoríficas e aquelas que atuam na cadeia produtiva de grãos. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares