Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Corumbá implantará coleta seletiva no segundo semestre

5 Jun 2007 - 16h43
A Prefeitura de Corumbá iniciou uma ampla campanha educativa para orientar a população sobre a importância da coleta seletiva. A idéia é iniciar o processo a partir do segundo semestre deste ano, permitindo assim a separação de todo material reciclável do restante do lixo urbano coletado na cidade. O objetivo é preservar o meio ambiente e, ao mesmo tempo, gerar renda e garantir qualidade de vida aos catadores que trabalham no aterro sanitário.

O programa, desenvolvido pela Secretaria Executiva de Meio Ambiente, ligada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável, ganhou força nesta terça-feira, Dia Mundial do Meio Ambiente, com uma campanha educativa em vários pontos da cidade. A iniciativa contou com a participação de universitários que se revezaram na distribuição de panfletos e pequenos sacos de lixo (próprios para utilização em carros).

"Esta é a primeira etapa de todo o processo, que será implantado definitivamente no segundo semestre. Agora, estamos na fase de orientação para que a população se conscientize sobre a necessidade de reciclar o lixo, separando o seco do úmido", disse Ricardo Eboli, secretário executivo de Meio Ambiente.

Ele acompanhou o início da campanha educativa no centro da cidade, participando inclusive da distribuição de panfletos, no contato direto com a população. "A partir do momento em que a comunidade tiver consciência, além de preservamos o meio ambiente, principalmente o nosso lençol freático, vamos permitir também a melhoria da qualidade de vida das pessoas que integram a Associação dos Catadores, no aterro sanitário, que irão vender o lixo reciclado a empresas que atuam na área", destacou Eboli.

O secretário lembrou também o trabalho de conscientização que já vem sendo feito junto aos estudantes corumbaenses, através de uma ação da equipe da Secretaria Executiva de Meio Ambiente. "As crianças são importantes neste processo. Já pudemos observar uma mudança no hábito não só deles, mas também das famílias. Isto é muito bom", ressaltou.

Lixeiras - Segundo Eboli, a previsão é iniciar a coleta na região central da cidade, com implantação de 10 a 15 lixeiras em pontos estratégicos. Em todas elas poderá ser jogado lixo reciclável, previamente separado pela população, facilitando a coleta que será feita de duas a três vezes por semana por um caminhão caracterizado. O material será levado ao aterro sanitário.

"Hoje nós temos 40 pessoas cadastradas, todas integrantes da Associação dos Catadores que trabalham no aterro sanitário. Elas é que farão a separação do lixo reciclável para venda a empresas especializadas. Todo o processo vai permitir uma melhoria da qualidade de vida dessas pessoas", afirmou.

Enquanto aguardava a abertura de um estabelecimento bancário, Ercílio Pessoa, 64 anos, que mora na rua 13 de Junho com a Luis Feitosa, recebeu um panfleto sobre a coleta seletiva e considerou a campanha importante para a preservação do meio ambiente. Ele, que já foi presidente de associação de moradores do bairro, disse ter enfrentado problemas com as pessoas que jogavam os sacos de lixo em locais impróprios.

"Temos que nos preocupar e colocar o lixo no lugar certo. Eu e meus vizinhos sempre colocamos o lixo em um container existente na nossa região. Mas, muitos jogam no canal e isto acaba trazendo prejuízos ao meio ambiente. Cai direto no Ro Paraguai. É preciso mudar. Falei isto para o secretário [Eboli] e ele me disse que a coleta seletiva vai acabar com o problema", reiterou.

 

 

MS Notícias


Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho