Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 15 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Corumbá implanta vigilância em saúde ambiental

20 Jun 2007 - 15h29

A Prefeitura de Corumbá está assumindo o componente municipal do Subsistema Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental (SINVSA), que será responsável pelo gerenciamento de ações e serviços prestados por órgãos e entidades públicas e privadas relativos à vigilância em saúde ambiental. O objetivo é detectar e prevenir qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes do meio ambiente que ocasionem riscos à saúde humana.

Regulamentado pelo Governo Federal através da Instrução Normativa nº 1, de 7 de março de 2005, o SINVSA tem por finalidade recomendar e adotar medidas de promoção da saúde ambiental, prevenção e controle dos fatores de riscos relacionados às doenças e outros agravos à saúde, em especial a água para consumo humano, ar, solo, contaminantes ambientais e substâncias químicas, desastres naturais, acidentes com produtos perigosos, fatores físicos e ambiente de trabalho.

O serviço será executado pela Secretaria Executiva de Saúde, ligada à Secretaria Municipal de Ações Sociais. O primeiro passo para a implantação foi o envio de duas profissionais, a veterinária Viviane Ametlla e a bióloga Michele Soares de Lima, para um curso em Campo Grande, junto à Secretaria Estadual de Saúde.

"O SINVSA já é desenvolvido a nível nacional e estadual. Agora, está sendo descentralizado e os municípios também atuarão na área da Vigilância em Saúde Ambiental. Em Corumbá, já estamos iniciando o processo para a sua implantação, apesar de que há muito tempo realizamos a coleta de água de consumo humano para análise", diz Viviane, lembrando que o material coletado é encaminhado para análise em laboratório de Campo Grande.

Ela informa ainda que, com a descentralização dos serviços, Corumbá será responsável pela vigilância e prevenção dos riscos decorrentes dos desastres naturais; acidentes com produtos perigosos, fatores físicos, ambiente de trabalho, coleta e consolidação dos dados provenientes de unidades do sistema de vigilância em saúde ambiental. Também caberá ao município o envio dos dados ao governo estadual, regularmente, respeitando os prazos estabelecidos pelas normas de cada sistema, além da análise e atualização contínua dos dados.

 

 

 


Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos