Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 10 de dezembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Corumbá cumpre etapas para receber mais recursos do PAC

29 Jul 2010 - 06h34Por

Corumbá está cumprindo todas as etapas exigidas pelo Governo Federal para ser contemplada com mais recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Depois de ser pré-selecionada para integrar a segunda etapa do programa, o PAC 2, a Prefeitura Municipal está agora detalhando todos os projetos protocolados em junho no Ministério das Cidades. A intenção do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) é dar continuidade as obras do PAC 1, bem como iniciar novas obras que contemplem os mais diferentes setores: social, saúde, educação, infraestrutura, turismo e outros. O investimento planejado chega a R$ 120,7 milhões.

Na manhã desta quarta-feira (28), o secretário municipal de Gestão Governamental, Cássio Augusto da Costa Marques, informou que os prazos estão sendo cumpridos e que, até sexta-feira (30), a prefeitura deve encaminhar os últimos documentos exigidos pelo Ministério das Cidades. Ele informa que, no dia 20 de agosto, o Município estará com todos os projetos em condições de serem analisados e aprovados pelo Governo Federal.

Por meio do PAC 2, o prefeito Ruiter planeja aplicar R$ 120,7 milhões na construção de mais unidades habitacionais na cidade, executar obras de drenagem e pavimentação asfáltica, implantação de praças de esporte e lazer, construção de escolas e centros de saúde, urbanização e contenção de encostas, além de outros serviços de infraestrutura urbana

Os projetos prevêem atender os bairros Aeroporto, Popular Nova, Jardim dos Estados, Nova Corumbá e Guatós com obras de drenagem, pavimentação, praça esportiva e de lazer, Unidade Básica de Saúde e uma escola modelo; prevenção de riscos (encostas) nos bairros Beira Rio, Generoso, Cervejaria e Hawai, por meio da urbanização de assentamentos precários.

Nesta área de habitação, são dois projetos protocolados, no valor total de R$ 31,2 milhões, para a construção de casas populares e implantação de equipamentos urbanos, visando reduzir ainda mais o déficit habitacional na cidade.

 Outros R$ 35 milhões são reivindicados para obras de infraestrutura, contenção de encostas e construção de unidades habitacionais em bairros localizados às margens do Rio Paraguai, que estavam previstas com financiamento do Fonplata, via Governo do Estado, mas que não saíram do papel.

Pelos projetos protocolados em Brasília-DF, Corumbá trabalha para implantar, além de uma escola modelo na região dos bairros Guatós e Nova Corumbá, outras duas unidades de ensino, uma na Popular Nova e outra na região do Cristo Redentor; unidades de saúde na Popular Nova, Aeroporto e Cristo Redentor, como também construção de mais 336 unidades habitacionais no Guatós, e outras 330 no Jardim dos Estados.

Estão previstos também outros dois projetos de infraestrutura, um visando à recuperação do pavimento da área central da cidade, no valor de R$ 8 milhões, e o segundo para mais obras de pavimentação asfáltica no bairro Maria Leite, de R$ 2,5 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FEMINICIDIO X SUICIDIO
Gerente mata ex e comete suicídio em loja de pneus
SUBIUUUU
Com post de Neymar, cantora de MS salta para 82 mil visualizações em novo clipe
MACACOHIDRAULICO MATA TRABALHADOR
Carro cai de macaco hidráulico e mata trabalhador no norte do Paraná
NATAL O BOTICÁRIO
Campanha de Natal do Boticário incentiva as pessoas a doarem amor
ESPECIAL IDB - TURISMO
Conheça a maior cachoeira do Estado e a nova trilha do passeio Boca da Onça Ecotour
POLEMICA
Silvio Santos é acusado de racismo; candidata eliminada desabafa: 'Constrangida'
INCIDENTE FATAL
Adolescente morre ao usar celular ligado na tomada para ouvir música
FAMOSIDADES
Bruna Marquezine posta de biquini e aproveita dia de sol no rio após volta para casa
ASSASSINATO
Atentado em aldeia deixa dois índios mortos e dois feridos
FAMOSIDADES
Samantha Schumutz e Marcus Majela brigam feio nos bastidores e são apartados por equipe