Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Corpo de PM morto em Dourados será sepultado em Caarapó

20 Out 2004 - 16h36
O corpo do policial militar Antônio Pereira Chaves Neto, de 38 anos, assassinado por volta da meia-noite de ontem, quando chegava em casa, vai ser sepultado no distrito de Cristalina, pertencente ao município de Caarapó, a 273 km de Campo Grande.
O corpo foi velado por 2h no 3º BPM de Dourados, na vila Industrial, e já foi encaminhado para o distrito, onde deve ser enterrado às 9h no cemitério do municipal.
Neto, que trabalhava há 19 anos na corporação, foi morto com um tiro de espingarda calibre 12, que o atingiu no lado direito do maxilar, atravessando o crânio.
Vizinhos do local onde ocorreu o crime, à rua Ernesto de Matos Carvalho, no Parque Nova Dourados, afirmaram ter ouvido a movimentação na madrugada, mas o corpo do PM Neto só foi encontrado pela manhã, conforme apurado pelo site de notícias Dourados News.
No início da tarde de hoje, a polícia efetuou a prisão do principal suspeito do crime numa fazenda no Distrito de Itahum, cerca de 60 km de Dourados. O suspeito, que não teve seu nome revelado, está sendo levado para a 2º Delegacia de Polícia para ser interrogado.
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação