Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de janeiro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Corpo de mulher morta após alisamento é exumado

23 Mar 2007 - 09h15

A polícia de Porangatu (GO) exumou nesta quinta-feira o corpo da dona de casa Maria Ení da Silva, 33 anos, que morreu após fazer um tratamento para alisar os cabelos, conhecido como escova progressiva. Amostras de sangue e urina foram colhidas para fazer novos exames, na tentativa de descobrir a causa da morte.

O laudo com o resultado do exame sairá dentro de 30 dias. Também foram colhidas amostras do produto aplicado nos cabelos de Maria Eni, no sábado, e enviadas para análise.

Maria Ení teria aplicado uma mistura de cremes e formol nos cabelos no sábado e recebido a recomendação de deixar os produtos agirem por três dias. Entretanto, segundo seu irmão, o policial militar Valdivino Eterno da Silva, ela começou a se sentir mal na noite de terça-feira. A dona de casa reclamou de dores de cabeça, enjôo e coceira no couro cabeludo.

Ainda ontem, o corpo da dona de casa foi novamente enterrado na cidade de Porangatu. A polícia espera agora a chegada da proprietária do salão onde a foi realizado o tratamento para prestar depoimento. Na quarta-feira, o filho dela havia informado que a mãe estava viajando.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ATENTADO
Casa de deputado é atacada com pelo menos 30 tiros de fuzil
SUPERAÇÃO
Ser diagnosticado 5 vezes com câncer em 15 anos não foi capaz de parar campeão paralímpico
SUSTO
Palco de Gusttavo Lima pega fogo durante show em Pernambuco
É MUITO PLÁSTICO
Brasil produz mais de 11 milhões de toneladas de lixo plástico
CASOS RAROS
Duas crianças morrem em uma semana, após sofrer AVC, preocupa classe médica
REALITY SHOW 2020
Participante do BBB20, médica sugeriu que mataria Dilma “em seu plantão”
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Três crianças morrem e uma mulher fica ferida durante incêndio em casarão
ESPORTE 2020
Opção de 'Cashout' atrai apostadores iniciantes
FUTEBOL 2020
Coritiba anuncia novo patrocinador máster para 2020
DOENÇA INFECCIOSA
Presos que estavam sendo 'comidos vivos' por doença são internados