Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Corintianos dizem que time não tremerá diante do São Paulo

12 Jul 2007 - 04h39

O Corinthians não vence o São Paulo faz 12 jogos - desde os 3 a 2 do dia 22 de março de 2003, na decisão do Paulista - e nos últimos 14 clássicos só ganhou uma vez, do Palmeiras, no fim do ano passado. Números preocupantes para uma equipe grande. Mesmo assim, os jogadores não aceitam desrespeito sobre a qualidade do atual grupo e são unânimes em dizer: o time não vai tremer no sábado, no Morumbi.

“Aqui não tem nada disso. Os resultados são ruins nos últimos clássicos, mas não estamos amarelando jamais”, afirmou o zagueiro Fábio Ferreira, de volta ao time após três rodadas se recuperando de lesão muscular. “E mais, temos todas as chances do mundo de ganhar do São Paulo e uma vitória do Corinthians no sábado não vai ser surpresa”, garantiu, esbanjando confiança.

“Realmente isso incomoda, pois estamos há um bom tempo sem ganhar do São Paulo. Mas temos de esquecer as coisas do passado, pensar no futuro e repetirmos o bom futebol do início da competição”, enfatizou Rosinei, na expectativa de retomar a vaga de titular perdida na última partida. “Fiquei surpreso por não ter jogado diante do Fluminense. Mas respeito a decisão do treinador e, estou trabalhando forte para recuperar minha vaga”, disse ele, que trabalhou entre os titulares nos primeiros treinos da semana.

Fechado atrás, ousado na frente. Esta é a receita para acabar com o incômodo jejum diante do rival, dono da melhor defesa da competição. A forte marcação na dupla de ataque rival também será essencial. “Temos de entrar firme, pois são jogadores excelentes. O Aloísio é forte e se deixarmos ele encostar e girar, fica complicado. O Dagoberto é de excelente qualidade, por isso, temos de encurtar seus espaços”, receitou o zagueiro.

Já o atacante Everton Santos quer aproveitar os avanços dos alas são-paulinos para surpreender. “Eles avançam bastante e vão deixar bastante espaço para podermos armar as jogadas. Temos de aproveitar as brechas”, revela o jogador, que vem atuando como ponta e dando passes importantes para gols dos companheiros. “No último jogo [1 a 1 diante do Fluminense] já tivemos algumas oportunidades, mas faltou um pouco de qualidade na hora de concluir”, revelou. “Agora, estamos corrigindo os erros e trabalhando forte para furar este bloqueio são-paulino e sair vencedor”, disse.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS